Félix da Costa termina no pódio em Riade

0

António Félix da Costa efetuou hoje, em Riade, uma excelente recuperação, na 2ª corrida da temporada da Fórmula E. Largando da 9ª posição da grelha, o piloto da DS Techeetah esteve muito rápido e agressivo, subindo posições até ao 4º posto final, numa prova que acabou interrompida por uma bandeira vermelha, devido a um acidente, felizmente sem consequências graves para os envolvidos. No final Félix da Costa seria promovido ao terceiro lugar, devido a uma penalização imposta a Jean Eric Vergne, – terceiro em pista -, devido a este não ter activado o seu segundo “Attack Mode”, descendo este último para o 12° lugar.

Na corrida de ontem, a primeira da temporada da Fórmula E, o resultado de Félix da Costa viria a ficar comprometido logo na qualificação, devido ao piloto luso ter tomado parte do primeiro grupo (reservado aos seis primeiros da temporada passada, onde a pista se encontra mais lenta), não indo além do 18º lugar na grelha. Ainda assim AFC entrou com toda a garra, galgando posições na classificação e superiorizando-se ao seu colega de equipa Jean Eric Vergne, para vir a terminar na 11ª posição.

O vencedor desta primeira corrida foi Nyck de Vries (Mercedes), seguido de Edoardo Mortara (Rokit Venturi), com Rene Rast (Audi) a fechar o pódio.
Já esta tarde, teve lugar em plena noite de Riade, a segunda prova da temporada, com os pilotos mais adaptados ao circuito Diriyah, com a DS Techeetah em busca de melhorar a performance de ontem.

Na qualificação AFC deu mostras de estar mais competitivo e alcançou a 9ª melhor marca, posição que lhe permitia sonhar com um bom resultado. A verdade é que AFC iniciou a corrida ao ataque, suplantando de imediato Sebastien Buemi e mais tarde outros quatro adversários, para chegar à 4ª posição final, ainda que a prova tenha sido interrompida devido a um acidente, não permitindo que Félix da Costa pudesse lutar em pista para chegar ao pódio: 

“O dia de hoje foi melhor que ontem. Conseguimos mostrar que estamos competitivos e impor um bom ritmo em corrida. Senti mesmo que poderia chegar ao 2º lugar, caso a corrida não tivesse sido interrompida, mas faz parte e o mais importante é que o Alex Lynn está bem e foi apenas um susto o seu acidente. Do meu lado amealhámos bons pontos, num fim-de-semana que sabíamos que não ia ser fácil, visto que trouxemos o carro do ano passado aqui para Riade, mas em Roma na próxima prova vamos com toda a força com o nosso novo carro.”,  referiu o piloto Português de 29 anos, que fez questão de agradecer a todos os Portugueses os votos no fanboost, que lhe valeram potência extra nas duas corridas da Arábia Saudita: 

“é incrível, nos últimos dois anos venci sempre o fanboost, agradeço do coração este apoio dos Portugueses, acreditem que sinto não só com a potência extra em pista, mas também a força e apoio de tanta gente, que está comigo nos bons e maus momentos. Estamos juntos e vamos lutar por trazer novamente este campeonato para Portugal!”

O vencedor da corrida de hoje foi Sam Bird, ao volante do Jaguar, seguido de Robin Frijns (Envision Virgin Racing), com António Félix da Costa a fechar os lugares do pódio. Com o 3º lugar alcançado na corrida de hoje AFC soma 15 pontos e é 5º nas contas do campeonato, com Nyck de Vries a liderar a classificação com 29, seguido de Sam Bird com 25 e Robin Frijns com 22 pontos. 

Estão assim finalizadas as duas primeiras provas da temporada 2021 do campeonato do Mundo de Fórmula E, a próxima prova terá lugar em Roma, no dia 10 de Abril.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.