12 automóveis Nissan que abriram o caminho para um futuro eléctrico

0

Um automóvel é mais do que simplesmente um meio de locomoção. Estar atrás do volante deve ser inspirador, entusiasmante e também, pura diversão. A mudança para os automóveis elétricos não altera isto nem um pouco. Na verdade, graças à tecnologia de bordo mais inteligente, os automóveis elétricos atuais proporcionam possibilidades de um estilo de vida mais divertido do que nunca.

A Nissan foi pioneira na criação de automóveis elétricos para a vida moderna. Desde o nosso primeiro automóvel elétrico, em 1947, ao novo Nissan Ariya, passando por furgões de venda de gelados a automóveis com copilotos robôs, a gama Nissan movida a eletricidade foi mudando ao longo do tempo e de acordo com as necessidades dos condutores desses tempos.

Para comemorar o 10.º aniversário do Nissan LEAF, o primeiro automóvel 100% elétrico produzido em massa a nível global, a Nissan propõe uma viagem ao passado para revisitar 12 modelos revolucionários da história da marca no desenvolvimento de automóveis elétricos.

Tama (1947): O primeiro automóvel elétrico da Nissan
Prairie Joy EV (1996): O primeiro automóvel do mundo alimentado por baterias de iões de lítio
Hypermini (2000): Uma exuberante estrela de cinema
Pivo (2005): Um novo protótipo radical para a mobilidade elétrica
Pivo 2 (2007): O automóvel de passageiros urbano elétrico que mantem os condutores bem-dispostos
Nissan LEAF (2010): O pioneiro que tornou os automóveis elétricos numa tendência dominante
Nissan New Mobility Concept (2010): Enfrentar problemas sociais com a tecnologia dos automóveis elétricos
e-NV200 (2014): O primeiro veículo comercial totalmente elétrico da Nissan produzido em massa
2ª geração do Nissan LEAF (2017): Elevar a fasquia
Sylphy Zero Emission (2018): Produzido na China, para a China
IMk (2019): Design elegante para apoiar os condutores das próximas gerações
Ariya (2020): O mais recente automóvel elétrico que proporciona uma condução entusiasmante, confiança, conforto e conectividade

Tama (1947) O primeiro automóvel elétrico da Nissan

Os automóveis elétricos não são uma ideia nova. No Japão do pós-guerra, onde o petróleo era escasso mas a energia hidroelétrica era relativamente abundante, o governo promoveu a investigação e o desenvolvimento nesta área. Os engenheiros da Nissan responderam ao desafio com o Automóvel Elétrico Tama.

Lançado em 1947, o Tama foi o primeiro automóvel elétrico da Nissan. Usado sobretudo por empresas de táxis, tinha baterias substituíveis de chumbo-acido que lhe proporcionavam uma velocidade máxima de 35,2 km/h e uma autonomia de 96,3 quilómetros. Estes resultados são modestos face aos padrões atuais, mas permitiram que o Tama tivesse o melhor desempenho nos testes governamentais. Em 1950, o fornecimento de petróleo tinha estabilizado e o Tama foi descontinuado, mas a investigação da Nissan sobre os automóveis elétricos continuou.

Prairie Joy EV (1996) O primeiro automóvel do mundo alimentado por baterias de iões de lítio

As baterias de iões de lítio surgiram inicialmente em dispositivos como computadores portáteis e telemóveis. Alguns duvidavam que as mesmas alguma vez pudessem ser reforçadas para alimentar integralmente um automóvel, mas o Prairie Joy EV, o primeiro automóvel elétrico do mundo equipado com baterias de iões de lítio, deu boas provas num dos ambientes mais exigentes do planeta: o Ártico. O Instituto Nacional de Investigação Polar do Japão usou o Prairie Joy EV durante seis anos sob as severas condições polares, sem uma única avaria. Como era silencioso e não produzia emissões, o automóvel permitia que os investigadores se aproximassem mais dos animais selvagens para observação.

Em condições de condução normais, as baterias do Prairie Joy EV proporcionavam 200km de autonomia e uma velocidade máxima de 120km/h. Ao todo, foram vendidos no Japão trinta Prairie Joy VE a clientes empresariais e de frotas.

Hypermini (2000) Uma estrela de cinema exuberante

O Hypermini foi uma nova visão do automóvel elétrico: um automóvel urbano de passageiros construído para dois. Elegante e distintivo, marcou presença em filmes de Hollywood como “Último Dia de Aulas” e “O Diário da Princesa 2”. Possuía um motor de tração síncrono com magneto de neodímio e alcançava uns rápidos 100km/h de velocidade máxima e até 115km de autonomia com um único carregamento.

O Hypermini recebeu o “New Energy Grand Prize” da “New Energy Foundation”, do Japão e um prémio “Good Design” do “Japan Institute for Design Promotion”. Um inovador sistema de abertura sem chave também o tornou no automóvel escolhido para projetos-piloto de partilha de automóveis, desde Yokohama até à Universidade da Califórnia, em Davis.

Pivo (2005) Um novo protótipo radical para a mobilidade elétrica O Pivo foi um protótipo de automóvel elétrico de última geração apresentado no Salão Automóvel de Tóquio de 2005. O seu habitáculo idêntico a uma bolha atraiu as atenções, e também se fez notar como sendo o primeiro automóvel a ser alimentado por baterias de iões de lítio laminadas, mais leves e compactas. A apelativa e original personagem “Pivo-chan”, concebida por Takashi Murakami, tornou-se também muito popular.

O Pivo foi concebido a pensar nas jovens mulheres citadinas que procuram o seu automóvel de sonho para a vida quotidiana. Construído para três, o habitáculo podia rodar em qualquer direção, pelo que em vez de fazer inversão de marcha, o condutor rodava simplesmente o habitáculo e conduzia no sentido contrário.

Os equipamentos habituais da Nissan incluíam a capacidade de controlar o sistema de som e o GPS com os dedos no volante, para maior segurança. Monitores de ambos os lados do para-brisas mostravam a área atrás destes para reduzir os ângulos mortos. O Pivo também incluía monitorização de vídeo omnidirecional, uma versão inicial da Câmara Inteligente de Visão 360º, agora presente em muitos automóveis da Nissan.

Pivo 2 (2007) Automóvel de passageiros urbano elétrico para manter os condutores bem-dispostos

Estudos revelam que os condutores bem-dispostos e felizes têm menos acidentes. O Pivo 2 foi uma experiência de aplicação desta perspetiva, com um sistema de Agente Robótico a bordo que monitorizava as condições de condução e utilizava a voz e o movimento para ajudar o condutor a manter a boa disposição.

O controlo independente das quatro rodas ajudava o Pivo 2 a minimizar a inclinação durante a aceleração ou a viragem, para segurança adicional. As rodas podiam até rodar 90 graus para permitir que o Pivo 2 se deslocasse de lado para lugares de estacionamento.

Nissan LEAF (2010) O pioneiro que tornou os automóveis elétricos numa tendência dominante

Sendo o primeiro automóvel elétrico da Nissan produzido em massa, o Nissan LEAF foi um marco para a mobilidade elétrica. Mais de 500.000 automóveis LEAF foram construídos até à data.

A chave para o sucesso do LEAF foi combinar décadas de investigação e desenvolvimento com a perspetiva dos consumidores. O LEAF de primeira geração tinha uma autonomia de 200km por carregamento, tornando-o numa opção prática para muitos novos compradores de automóveis elétricos. O Nissan LEAF também apresentou a ambiciosa ideia de utilizar um automóvel elétrico como uma fonte de energia móvel, oferecendo de série a tecnologia V2G (a partir de 2013).

Em 2016 foi construído um Nissan LEAF especial que detetava as ondas cerebrais do condutor e projetava as emoções deste como efeitos sonoros de desenhos animados ao longo do automóvel, enquanto o LEAF dava voltas a uma pista de uma escola de condução.

Nissan New Mobility Concept (2010) Enfrentar problemas sociais com a tecnologia dos automóveis elétricos

À medida que a população do mundo desenvolvido envelhece e os agregados de uma única pessoa aumentam de número, as necessidades de mobilidade vão mudar para viagens mais curtas e com menos passageiros. Para mostrar como essas necessidades podem ser satisfeitas, a Nissan desenvolveu o New Mobility Concept: um automóvel 100% elétrico, fácil de utilizar, ultracompacto e que não produzia emissões, com a manobrabilidade de um motociclo e a estabilidade de um automóvel.

A Cidade de Yokohama está a colocar estas ideias em prática. O Choimobi Yokohama é um esquema de partilha de automóveis que utiliza o New Mobility Concept da Nissan para facilitar a vida aos turistas e revitalizar as comunidades locais. Como bónus, o programa permite que os novos condutores experimentem pessoalmente a diversão e a comodidade proporcionadas por um automóvel elétrico ultracompacto.

e-NV200 (2014) Primeiro veículo comercial totalmente elétrico da Nissan produzido em massa

Nunca comprou um gelado num furgão elétrico? Caso se encontre no Reino Unido, poderá já se ter cruzado com o furgão totalmente elétrico de venda de gelados da Mackie’s, baseado na e-NV200, o primeiro veículo comercial ligeiro de emissões zero da Nissan.

Disponível na Europa e no Japão, a e-NV200 oferece o espaço e a versatilidade do popular NV200 com um poderoso e silencioso grupo motopropulsor elétrico. O sistema hidráulico de travagem regenerativa proporciona ao automóvel uma autonomia de até 190km por carregamento. A e-NV200 também pode servir como uma bateria móvel, complementado com uma tomada elétrica, tornando-o útil para tudo, desde prestar assistência em caso de acidentes ou para promoções ao ar livre… e até para vender gelados.

2ª geração do Nissan LEAF (2017) Elevar a fasquia

O Novo LEAF estreou atualizações em todos os domínios: aceleração mais poderosa, movimentação mais ligeira e uma autonomia amplamente aumentada até 400km por carregamento. O novo modelo apoia os condutores com funcionalidades como a assistência avançada ao condutor ProPILOT, o ProPILOT Park, que lida com o estacionamento em paralelo e o e-Pedal, que permite que o condutor acelere, desacelere e pare utilizando um único pedal.

Em 2019, foi adicionado o Nissan LEAF e+ para ainda mais potência e mais autonomia. Foi o primeiro modelo LEAF a incluir um novo grupo motopropulsor que aumentou tanto a potência como a autonomia. O “e+” também indica outra melhoria: uma bateria maior de 62kWh que aumentou a autonomia do automóvel em 40%.

Como montra da abordagem vanguardista da Nissan em relação à mobilidade elétrica, o novo Nissan LEAF tem sido uma plataforma para outras ideias desde o seu lançamento. O Nissan LEAF Dream Drive simula o som de um motor normal, ausente nos automóveis elétricos, para ajudar os pais a adormecerem as crianças. Em 2019, um Nissan LEAF foi transformado numa árvore de Natal com centenas de luzes exteriores, para demonstrar quanta eletricidade o sistema de energia regenerativa consegue recuperar.

Sylphy Zero Emission (2018) Produzido na China, para a China

O Sylphy Zero Emission foi o primeiro automóvel elétrico da Nissan produzido na China e destinado especificamente aos consumidores chineses.

Baseado nas principais tecnologias do Nissan LEAF, com as baterias deslocadas para debaixo dos bancos, a berlina de dimensões médias Sylphy Zero Emission possui uma distância entre eixos acrescida para uma estabilidade e fiabilidade ainda maiores, bem como um habitáculo espaçoso, com o melhor espaço para as pernas da sua classe. A sua autonomia com um único carregamento é de 338km de acordo com os padrões do mercado chinês.

IMk (2019) Design elegante para apoiar os condutores das próximas gerações

O IMk é um protótipo de automóvel elétrico revelado no Salão Automóvel de Tóquio de 2019. Com uma carroçaria com as dimensões de um “kei car” e uma novíssima plataforma para automóveis elétricos, o IMk disponibiliza uma condução potente, suave e silenciosa, reforçada por sistemas de assistência ao condutor para ambientes que vão desde as ruas das cidades até às principais vias rápidas.

Concebido para a conectividade, o IMk está perfeitamente interligado quer com o condutor, quer com o mundo exterior. O IMk pode até ligar-se a um calendário e a um software de gestão de agenda para disponibilizar orientação atualizada sobre quando sair para o próximo destino e como evitar congestionamentos no caminho.

Ariya (2020) O mais recente automóvel elétrico proporciona uma condução entusiasmante, confiança, conforto e conectividade

Então, qual é o mais recente automóvel elétrico da Nissan? É o Nissan Ariya!

Revelado no primeiro lançamento virtual da Nissan, o crossover 100% elétrico foi sugerido pela primeira vez com o Ariya Concept, apresentado no Salão Automóvel de Tóquio de 2019.

O Nissan Ariya representa a futura direção da Nissan em termos de design e os seus mais recentes avanços tecnológicos, prometendo aos condutores uma experiência simples, intuitiva e adaptativa que ajuda no respetivo estilo de vida tanto a bordo, como no exterior do automóvel.

O design do Ariya foi inspirado nos ideais estéticos tradicionais japoneses. O exterior elegante do automóvel não se compara a nada que ande na estrada. Com um interior aberto e espaçoso e uma autonomia máxima de 610km, adequa-se praticamente a qualquer segmento de estilo de vida moderno, desde as viagens diárias aos passeios nos fins-de-semana prolongados.

Monitorização omnidirecional, ProPILOT 2.0, e-Pedal e e-4ORCE* completam o cenário com assistência ao condutor de última geração.

Nota:

  • O e-4ORCE estará disponível na versão de tração às quatro rodas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.