Toyota Gazoo Racing apresenta hípercarro para o WEC

0

A TOYOTA GAZOO Racing inicia uma nova era nas corridas de resistência com o lançamento de seu novo hípercarro eletrificado para Le Mans GR010 HYBRID, que irá competir no WEC (World Endurance Championship) no Campeonato Mundial de Resistência de 2021 da FIA.

Os campeões mundiais em título e vencedores por três vezes das 24h de Le Mans vão defender esses títulos usando uma versão de corrida do próximo hipercarro de estrada, com tecnologia desenvolvida no TS050 HYBRID e em destaque pela nova marca Racing Hybrid.

O GR010 HYBRID é um protótipo desenvolvido ao longo dos últimos 18 meses e fruto da parceria entre os engenheiros da sede da equipa em Colónia, Alemanha, e especialistas na motorização híbrida do centro de tecnologias de eletrificação de Higashi-Fuji, no Japão.

O GR010 HYBRID incorpora uma poderosa motorização híbrida de competição com tração às quatro rodas, com motor biturbo V6 de 3,5 litros, que debita 680 cv ao eixo traseiro, combinado com um motor gerador de 272 cv, desenvolvido pela AISIN AW e DENSO, no eixo dianteiro. A potência total combinada é limitada a 500kW (680 CV), o que significa que a eletrónica sofisticada do GR010 HYBRID reduz a potência do motor de acordo com a quantidade de aceleração híbrida que é debitada.

Atualmente em desenvolvimento, o novo protótipo de corrida impressiona pelas proporções e reflete a aparência de sua inspiração, o hipercarro GR Super Sport que fez a sua estreia durante uma demonstração de devolução do troféu cerimonial nas 24 Horas de Le Mans 2020. Para marcar esta nova era para o TOYOTA GAZOO Racing, uma nova pintura inclui as letras GR para indicar a forte ligação entre os carros de corrida e de estrada.

A TOYOTA GAZOO Racing entra em sua nona temporada no WEC com a mesma formação de pilotos que trouxe Le Mans e a glória do Campeonato Mundial à equipa na campanha de 2019-2020. Os recém-coroados campeões mundiais Mike Conway, Kamui Kobayashi e José María López vão conduzir o GR010 HYBRID #7 enquanto Sébastien Buemi, Kazuki Nakajima e Brendon Hartley vão correr com o carro #8. Nyck de Vries continua em seu papel de piloto de teste e reserva.

Todos já iniciaram um intenso programa de desenvolvimento do GR010 HYBRID, com dois testes de três dias já concluídos à medida que a equipa se adapta aos novos regulamentos que são uma mudança significativa em termos de desempenho e filosofia.

Como parte de uma iniciativa de redução de custos incorporada nos regulamentos, o novo GR010 HYBRID é 162 kg mais pesado e com 32% menos potência do que seu antecessor TS050 HYBRID, com tempos mais lentos por volta em Le Mans esperados de cerca de 10 segundos. Conta também com maiores dimensões; é 250 mm mais comprido, 100 mm mais largo e 100 mm mais alto.

Pela primeira vez desde o início de seu projeto WEC, a TOYOTA GAZOO Racing irá participar sem uma unidade motor/gerador traseira (MGU), com o único MGU permitido fica localizado no eixo dianteiro. Isto significa que um motor de arranque teve que ser instalado no GR010 HYBRID bem como, travões traseiros totalmente hidráulicos.

O GR010 HYBRID apresenta uma aerodinâmica de última geração, otimizada para eficiência e desenvolvida usando um poderoso software de Dinâmica de Fluidos Computacional e testes em túnel de vento. Os novos regulamentos técnicos permitem apenas um único conjunto de carroçaria homologado, com apenas um dispositivo aerodinâmico ajustável. O GR010 HYBRID irá, portanto, competir com a mesma especificação em circuitos de apoio baixo e alto (downforce), com uma asa traseira ajustável que modifica as características aerodinâmicas.

Pela primeira vez, a classe superior do WEC e Le Mans apresentará um equilíbrio de desempenho, o que significa que os organizadores irão modificar o desempenho de cada carro a cada corrida, regulando o uso de energia e peso, visando o potencial de desempenho idêntico de cada hípercarro de Le Mans. Prevê-se muita competição entre a TOYOTA GAZOO Racing e suas concorrentes de hipercarros: Scuderia Cameron Glickenhaus e ByKolles Racing, bem como a Alpine, que irá também alinhar com o seu carro LMP1.

As batalhas serão travadas em seis corridas em três continentes, começando com as 1000 milhas de Sebring a 19 de março, antes das 6 Horas de Spa-Francorchamps (1º de maio) e o destaque da temporada, as 24 Horas de Le Mans entre 12-13 de junho. A primeira corrida de resistência do Campeonato Mundial em Monza desde 1992 acontece a 18 de julho, antes das viagens para Fuji Speedway (26 de setembro) e Bahrein (20 de novembro), sendo todas competições de seis horas.

Especificações Técnicas GR010 HYBRID:

Carroçaria

Compósito de fibra de carbono

Transmissão

Transversal com 7 velocidades sequenciais

Eixo motriz

Do tipo “tripod plunge-joint” de velocidade constante

Embraiagem

Multi-disco

Diferencial

Mecânico

Suspensão

Independente à frente e “double wishbone” traseiro

Molas

Barra de torção

Barras estabilizadores

Frente e Atrás

Direção

Assistida hidraulicamente

Travões

liga monobloco Akebono com discos ventilados em carbono

Jantes

RAYS em liga de magnésio, 13 x 18 polegadas

Pneus

Michelin radial (31/71-18)

Comprimento

4900 mm

Largura

2000 mm

Altura

1150 mm

Peso

1040kg

Capacidade de combustível

90 litros

Motor

V6 bi-Turbo com injeção direta

Válvulas

4 por cilindro

Capacidade do motor

3.5 Litros

Combustível

Gasolina

Potência do motor

500 kW / 680cv

Potência híbrida

200 kW / 272cv

Bateria

TOYOTA de iões de lítio de alta potência

Motor/Inversor frontal

AISIN AW / DENSO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.