Cupra demonstra o seu lado racing mais radical nos testes oficiais da Extreme E

0
  • A equipa ABT CUPRA XE continua com a preparação para a sua estreia na competição de off-road
  • O e-CUPRA ABT XE1, com Mattias Ekström e Claudia Hürtgen ao volante, compete com os outros sete SUV eléctricos
  • A equipa de engenheiros é liderada pelo Responsável de Desenvolvimento Técnico da CUPRA Racing, Xavi Serra

A CUPRA continua a sua afinação para a Extreme E, a competição off-road dos SUV elétricos que em 2021 viajará pelo mundo numa viagem global de cinco eventos, utilizando a sua plataforma de entretenimento para promover a eletrificação, sustentabilidade e igualdade.

Após completar os primeiros testes técnicos no circuito de Oschersleben (Alemanha), a equipa da empresa automóvel participou nos testes oficiais da Extreme E, que decorreram na rota da MotorLand (Espanha).

Esta é a primeira vez que o ABT CUPRA XE se defronta contra as outras sete equipas confirmadas para a primeira época da competição. Os testes foram realizados em dois tipos de superfícies: para testar a potência máxima do motor elétrico, as equipas completaram voltas rápidas na pista de velocidade; e para garantir a força e a condutibilidade do veículo, as viaturas enfrentaram uma situação real de corrida no circuito off-road.

O embaixador da CUPRA, Mattias Ekström, e a piloto alemã Claudia Hürtgen espremeram os 400 kW de potência do e-CUPRA ABT XE1 para desafiar os seus limites para o início da temporada, agendados para março no deserto da Arábia Saudita. Após completar a primeira sessão, Mattias Ekström, campeão do Rally Cross e DTM, afirmou: “Estes treinos ajudaram-nos a habituarmo-nos ao tamanho e movimentos do e-CUPRA ABT XE1. Tanto a Claudia como eu aprendemos depressa, e este será um fator chave para aproveitar ao máximo o desempenho do veículo em cada uma das cinco superfícies em que vamos competir. Esperam-nos cinco corridas únicas.”

Uma equipa elétrica

Os dois pilotos serão apoiados pela equipa de engenheiros que os acompanhará ao longo da época e cujo trabalho será garantir o máximo desempenho do e-CUPRA ABT XE1. A equipa técnica do ABT CUPRA XE será liderada pelo Responsável de Desenvolvimento Técnico da CUPRA Racing, Xavi Serra, que também liderou o desenvolvimento do primeiro turismo de corridas 100% elétrico do mundo, o CUPRA e-Racer.

Dr. Werner Tietz, vice-presidente executivo de I+D da SEAT, sublinhou: “O Extreme E é uma grande oportunidade para demonstrar o potencial elétrico da CUPRA. Temos a ambição de contribuir para o futuro desenvolvimento deste carro de corrida e adquirir conhecimento sobre motores elétricos de alto desempenho que mais tarde podemos aplicar nos nossos modelos de rua. Ao mesmo tempo, queremos ajudar a sensibilizar para os problemas ambientais através do desporto motorizado.”

Prontos para a Odisseia

Em setembro passado, a CUPRA tornou-se a primeira marca automóvel a anunciar a sua participação na Extreme E, através da parceria com a ABT Sportsline como principal parceira da equipa. Agora, o ABT CUPRA XE completou a sua equipa de pilotos e engenheiros que a partir de março de 2021 vão competir em cinco áreas do planeta, incluindo o Ártico, deserto, selva, glaciares e oceanos, locais que foram danificados ou afetados pelas alterações climáticas.

O formato das corridas inclui dois dias de competição, com um dia de qualificação e outro onde será disputada a final entre quatro equipas. Cada corrida consiste em duas voltas: uma volta conduzida pela mulher e uma volta conduzida pelo homem. Os resultados de cada prova dependerão da sua posição final, e não do seu tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.