G-Tech/RP Motorsport e OutScope vencem Troféu C1 em 2020

0
  • Team CAM e VLB Racing vencem corridas no Algarve
  • Torres Racing Team e OutScope ganharam categoria AM na jornada

A G-Tech/RP Motorsport e a OutScope foram as grandes vencedoras do Troféu C1, uma competição organizada e promovida pela Motor Sponsor. A terceira e derradeira ronda dupla realizou-se no Autódromo Internacional do Algarve sob fortes medidas de higiene e segurança para que se conhecessem as formações mais fortes da época.

Na categoria PRO, a G-Tech/RP Motorsport e a Triple 7 eram as favoritas ao triunfo final e não desiludiram. Ambas as equipas lutaram pelas melhores posições e, apesar de nenhuma ter ganho qualquer corrida, fecharam o ano no pódio resultado das classificações dos dois confrontos. No final, a G-Tech/RP Motorsport foi mais feliz porque, com o segundo lugar alcançado no circuito de Portimão, conquistou a edição de 2020 do Troféu C1. A Triple 7 teve de se contentar com o segundo posto, a apenas dois pontos dos vencedores. A VLB Racing, que venceu no fim-de-semana, fechou em terceiro, com 12 pontos a menos do que a G-Tech/RP Motorsport.

Na categoria AM, a OutScope foi a melhor equipa de todas. A formação do C1 com o número 9 alcançou a vitória na classificação combinada, venceu uma corrida e fechou a época com 71 pontos, mais sete do que equipa segunda classificada, a WallUP Farma One. A Astrilusa Racing Team fechou o pódio final, com 56 pontos.

O fim-de-semana de competição no Autódromo Internacional do Algarve ficou dividido em dois dias, um para treinos e outro para as corridas. A sessão de qualificação teve a duração de uma hora. Mas os efeitos práticos sentiram-se nos primeiros dez minutos. A chuva que se fez sentir no traçado de Portimão fez com que a janela disponível para lutar pela melhor posição na grelha fosse pequena. A formação mais eficiente, perante estas condições, foi a VLB Racing, que estabeleceu a marca de 2m37,552s. Os treinos cronometrados mostraram como este troféu é disputado. A pole-position foi conquistada por 130 milésimos de segundo. O Team CAM teve de se contentar com o segundo lugar na grelha, apesar da diferença mínima

Com corridas longas, a consistência em pista é fundamental. Durante a primeira metade da prova, que durou três horas, foram vários os C1 que passaram pela liderança. Mas o Team CAM sabia, pela exibição na qualificação, que tinha um conjunto rápido e, com uma exibição muito regular, arrebatou a vitória absoluta. A G-Tech/RP Motorsport terminou em segundo, mas a mais de dois minutos de distância. A G2B Motorsport completou o pódio.

Na categoria AM, o Torres Racing Team foi o mais forte. Ao triunfo na classe, somou o quinto posto absoluto. Esta foi, inclusivamente, a última formação a fechar na volta dos vencedores.

A segunda corrida ficou marcada pela demonstração de força da VLB Racing que conseguiu, no final das três horas de competição, terminar no primeiro lugar. A equipa com o número 188 esteve, por diversas ocasiões, na frente da classificação geral, mas só começou a consolidar a possibilidade de triunfar quando, a três voltas do final superou o C1 da Artlaser by Gianfranco e subiu ao lugar mais alto do pódio. Venceu com 61 voltas completas e menos de cinco segundos de vantagem para os segundos classificados. A Artlaser by Gianfranco ficou em segundo, enquanto a G-Tech/RP Motorsport protagonizou uma recuperação épica, desde o 14º lugar ao terceiro posto final.

Para André Marques, da organização, o balanço desta temporada é extremamente positivo. “Se perguntássemos, no início do ano, que a época teria três jornadas duplas, duas no Algarve e uma no Estoril, certamente não acreditaríamos. Mas a realidade mudou, de forma brusca, em março e virou do avesso toda a realidade. Entre parar ou procurar soluções para continuar com as corridas, optámos pela segunda opção. Apesar das incertezas e das mudanças constantes, conseguimos fechar o ano com três fins-de-semana de competição, com corridas muito animadas e emocionantes, grelhas de partida regularmente cheias e uma satisfação generalizada. A organização destes eventos implicou um esforço tremendo de todos, mas é reconfortante perceber que as medidas tomadas foram bem aceites pelos participantes que responderam da melhor forma em pista”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.