Luís Caseiro vence Taça Yamaha YXZ 1000R na Baja Portalegre 500 e André Rodrigues é campeão

0

A Taça Yamaha YXZ1000R, competição que se realiza a par do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, cumpriu a sua terceira e última jornada desta temporada nos dias 5 a 7 de novembro na 34º edição da Baja Portalegre 500 consagrando a equipa formada por André Rodrigues e Ricardo Porto Nunes como a campeã de 2020.

A disputa pelos primeiros lugares desta competição foi muito discutida com as equipas participantes a dar o seu melhor para chegar aos lugares da frente. O primeiro dia de corrida, que contou com um curto prólogo e um SS2 composto por 75km, foi dominado pela dupla Mário Franco e Nono Matias Guilherme. Mas, no final da corrida quem levou a melhor foi a equipa formada por Luís Caseiro e João Azeiteiro que venceu pela primeira vez nesta temporada uma prova da Taça Yamaha YXZ1000R. O segundo lugar foi ocupado por Fernando Pinheiro e Ricardo Rocha. Em terceiro ficou a dupla campeã André Rodrigues e Ricardo Porto Nunes e em quarto lugar posicionou-se a formação composta por Alexandre Relvas e Vera de Sá da Bandeira.

A 34º edição da Baja Portalegre cumpriu-se debaixo de condições meteorológicas muito difíceis tendo muitos pilotos sofrido as consequências provocadas pela chuva e lama que foram a companhias dos concorrentes ao longo de toda a prova. Com uma parte do SS3 anulado, devido ao mau tempo, as equipas contaram apenas com cerca de 80km para dar o seu melhor e chegar ao primeiro lugar.

Foi o que fez Luís Caseiro o grande vencedor da Taça Yamaha YXZ 1000R em Portalegre: “tem sido um desafio grande pois o Campeonato tem uma competitividade extraordinária em todas as classes. Na Taça Yamaha os adversários também são muito fortes e, desta vez, face às circunstâncias do troço de sexta que gerimos bastante bem e sem dificuldades, conseguimos ganhar. O João também foi impecável e ajudou-me bastante a escolher os melhores trajetos. O troço de sábado soube a pouco, mas divertimo-nos bastante apesar das difíceis condições climatéricas”, revelou o piloto.

André Rodrigues, que se sagrou pelo segundo ano consecutivo vencedor da Taça Yamaha, apesar das dificuldades que teve durante a corrida, revelou uma enorme satisfação por mais esta conquista: “a prova foi muito difícil principalmente na 6ª feira em que atascamos duas vez. Foi uma situação muito complicada e onde perdemos muito tempo. Felizmente o Vasco Melo e o Pedro Mello Breyner deram-nos uma grande ajuda para podermos continuar em prova. Já no sábado o percurso foi muito curto e soube a pouco. Mas, o piso estava espetacular e foi pena ter só 80 km. No entanto, estamos muito contentes porque ganhámos tudo o que nos propusemos e por isso saímos de Portalegre muito felizes” contou.

Para a Yamaha Motor Portugal: “É um sentimento estranho o que temos no final deste ano de competição. Todos tínhamos vontade de continuar, mas o contexto atual impede que se realize mais uma desejada prova. Agradecemos a todos os que fizeram parte desta atividade desportiva, às equipas e pilotos por terem escolhido a Yamaha, aos nossos patrocinadores pelo inestimável apoio e às organizações da provas que nos permitem a todos fazermos o que mais gostamos… competir! Com esperança de um 2021 mais “normal” voltaremos mais fortes!”.

Cumpriu-se na 34ª Baja Portalegre 500 a última jornada da Taça Yamaha YXZ1000R da temporada de 2020 em virtude da anulação da Baja TT Idanha-a-Nova devido ao atual contexto da pandemia Covid-19. A competição organizada pela Yamaha Motor Portugal regressa, desta forma, em 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.