André Rodrigues assegura títulos em Portalegre

0

André Rodrigues e Ricardo Porto Nunes asseguraram na 34ª edição da Baja Portalegre os dois títulos que estavam a disputar, com a dupla a renovar a conquista da Taça Yamaha, assegurando também o título de Campeões Nacionais de Todo o Terreno na Categoria SSV TT2.

A dupla que corre com as cores do Sport Lisboa e Benfica chegou à mítica prova alentejana a depender apenas de si para chegar aos tão ambicionados títulos, mas as tradicionais dificuldades da prova alentejana não permitem dar nada como garantido, como voltou a acontecer este ano, ainda que no fim a festa se tenha vestido de encarnado.

“Somos Campeões Nacionais e estamos muito felizes por termos conquistado o nosso objectivo! Há muito que ambicionamos este título que nos escapou no passado por muito pouco”, começou por dizer André Rodrigues.

A prova alentejana iniciou-se na sexta feira com um prólogo e um sector selectivo de cerca de oitenta quilómetros, mas as coisas não começaram por correr nada bem ao piloto da FGIL SLB Team, que reconheceu que “esta primeira etapa da Baja de Portalegre foi de longe a mais difícil da minha vida. Foi uma tremenda aventura guiar com a água que apanhámos no terreno e nós sofremos na pele essas dificuldades, pois a meio do primeiro sector o nosso Yamaha resvalou para um buraco que estava cheio de água e o carro desapareceu por completo. Tivemos que ser ajudados e poucos quilómetros depois viríamos a ficar atascados num verdadeiro lamaçal. Valeu-nos a entreajuda entre concorrentes para sairmos de ambas as situações, pelo que aproveito para lhes agradecer por essa importante ajuda”.

Depois da odisseia do primeiro dia, André Rodrigues e Ricardo Porto Nunes atacaram forte com o Yamaha e viriam a ser os mais rápidos na etapa entre as equipas que correram com SSV’s da marca nipónica, sendo ainda os mais rápidos em TT2.

“O segundo dia de prova contou com um sector de apenas oitenta quilómetros, mas tudo correu na perfeição e conseguimos assegurar um resultado que nos permitiu terminar a época como vencedores na Taça Yamaha e assegurar o Campeonato Nacional de SSV TT2. Melhor era impossível! Agora há que desfrutar dos títulos e preparar 2021 que, esperamos nós, seja ao mesmo nível e que a pandemia deixe que se torne tudo mais fácil de concretizar em termos de provas”, prosseguiu André Rodrigues que deixou um “agradecimento muito especial ao Sport Lisboa e Benfica, à FGIL Automóveis, Silvestre Festas e Sam’s, que foram parceiros fantásticos num ano muito difícil e a quem queríamos muito retribuir o apoio com estes títulos!”.

Caí o pano sobre o Campeonato Nacional de Todo o Terreno, devendo a próxima época arrancar nos meses de Fevereiro / Março.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.