Nuno Matos pronto para a Baja Portalegre 500

0

• Piloto motivado para a 34ª edição da prova
• Ausência de público será sentida

Nuno Matos, acompanhado por Joel Lutas, está de regresso ao volante do seu FIAT Fullback Proto já nos próximos dias 6 e 7 de novembro, para disputar a quinta ronda da época do Campeonato Portugal de Todo-o-Terreno 2020, a clássica alentejana Baja Portalegre 500.

Uma edição do evento que terá contornos bem diferentes dos habituais. Além de se disputar em novembro, irá ser marcado pela ausência de público, fruto da situação atual que vivemos. “Este é um ano excecional a todos os níveis e é inegável que a ausência de público será sentida, mas é uma medida necessária nesta fase e, por muito que a todos nos custe, que temos de aceitar”, comentou Nuno Matos.

Um figurino diferente que mantém intacta a motivação do piloto portalegrense: “É sempre especial correr em casa e este ano espera-se uma baja bastante dura, para mais, dadas as previsões de chuva forte para o fim de semana”, afirmou, acrescentando: “Vamos encarar a prova com o objetivo de dar o nosso melhor e desfrutar de cada quilómetro, tendo sempre a consciência de até onde nos é possível ir, dado que estamos inseridos num plantel que contempla algumas das melhores e mais recentes máquinas do todo-o-terreno mundial. Até ao momento, concluímos quatro provas em quatro no campeonato e queremos fazer o pleno.”

A 34ª edição da Baja Portalegre 500, com organização a cargo do ACP, tem início já na próxima sexta-feira. A prova arranca com uma Especial de Qualificação composta por 5 quilómetros ao cronómetro, disputada na parte da manhã, à qual se seguem os 85 quilómetros do primeiro Setor Seletivo (SS) do fim de semana. Já no sábado, pilotos e equipas enfrentam o dia mais exigente, com 350 quilómetros ao cronómetro, divididos por dois SS, com 170 e 180 quilómetros, respetivamente. A prova, que tem como centro nevrálgico a cidade de Portalegre, passa também pelas regiões de Ponte de Sôr, Crato, Cabeço de Vide e Alter do Chão.

“Deixo o convite a todos para, a partir de casa, acompanharem as incidências desta fantástica prova e, da minha parte, quero agradecer o incrível apoio sentido ao longo de um ano difícil para todos. Muito obrigado”, salientou Nuno Matos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.