José Correia viveu experiência “para mais tarde recordar”

0

José Correia e a JC Group Racing Team participaram na prova de suporte do Grande Prémio de Portugal de Fórmula 1, em Portimão, alinhando no Portimão Pirelli GT Challenge. Furo e problemas elétricos no Nissan GT-R Nismo GT3 não impediram piloto bracarense de fazer balanço positivo após o evento.

O Autódromo Internacional do Algarve foi palco, este fim de semana, do regresso da Fórmula 1 a Portugal e José Correia foi um dos pilotos convidados para participar na prova de suporte do evento, o Portimão Pirelli GT Challenge. Ao volante do Nissan GT-R Nismo GT3, o atual líder do Campeonato de Portugal de Montanha não teve condições para chegar ao pódio da prova, como era seu objetivo. Um furo na primeira corrida e um toque e problemas elétricos na segunda condicionaram o resultado desportivo do piloto e fundador da JC Group Racing Team.

“Na primeira corrida sofremos um furo e tivemos de abandonar. Na segunda arranquei muito bem e passei de último para primeiro após a largada. Infelizmente, logo na primeira curva um adversário deu-me um toque e caímos para o terceiro lugar. Poucas voltas depois, o carro começou a apresentar problemas elétricos e desligava-se. Foi muito complicado pilotar nessas condições, mas sempre que tivemos o carro a funcionar conseguimos ser os terceiros mais rápidos em pista”, comentou José Correia. “O balanço global é positivo. Foi um fim de semana especial para Portugal e para quem gosta de automobilismo. Pude participar no programa do Grande Prémio de Portugal de Fórmula 1 e, apesar das circunstâncias que vivemos, foi uma experiência para mais tarde recordar. Parabéns a todos os que colaboraram neste evento e espero que seja o primeiro de muitos em Portugal”, referiu o piloto de Braga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.