Pneus tramam Miguel Oliveira em Barcelona

0

Depois de arrancar do 12° lugar da grelha, Miguel Oliveira estava na nona posição do GP da Catalunha, sendo o melhor das KTM mas acabou por não conseguir terminar a corrida, caindo quando faltavem somente seis voltas para o final. O piloto justificou a queda com a falta de eficácia do pneu dianteiro da sua mota.

“É triste terminar a corrida assim. Tínhamos hoje pela frente condições muito difíceis e para ser competitivos precisávamos usar um pneu médio na frente. A temperatura estava muito baixa hoje e bastou uma volta sem ninguém pela frente para que o meu pneu perdesse temperatura e quando abordei a esquerda, perdi a frente e não havia como salvar o acidente. É uma pena, mas as corridas são assim. Espero que possamos voltar aos lugares da frente em Le Mans, a corrida de casa para a equipa. Quero andar bem lá, também pelo campeonato. ”

A equipa fez o balanço da queda também: «Final infeliz para o Miguel hoje, que teve de usar um pneu médio à frente. Este arrefeceu sem ninguém à sua frente e não conseguiu evitar a queda.»

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.