Alejandro Martins com ponta final de grande nível

0
  • Piloto da AM 48 foi o mais rápido nos derradeiros 50 quilómetros

Forçado a partir quase na cauda do pelotão para a segunda etapa, depois do percalço ocorrido na véspera, Alejandro Martins voltou a estar em excelente plano na prova beirão tal como já tinha acontecido na Baja TT ACP, onde veio a terminar no pódio. Agora na Baja TT do Pinhal, jornada que marcou o regresso do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno após seis meses de paragem devido à pandemia do Covid 19, o pódio também foi alcançado mas apenas na segunda etapa depois de muita luta e persistência.

“Tivemos de facto de ultrapassar um sem número de concorrentes e nessa fase inicial do troço perdemos algum tempo com as ultrapassagens, mas à medida em que nos fomos aproximando das posições da frente fomos conseguindo imprimir o nosso ritmo de forma mais constante e foi muito grato ter percebido que na derradeira meia centena de quilómetros, o último terço do troço, conseguimos recuperar tempo face aos dois pilotos que lideravam a prova. É uma satisfação, dentro do infortúnio de termos sido obrigados a parar no dia anterior. Ficamos com a certeza de que o pódio absoluto estava ao nosso alcance e de que eventualmente poderíamos ter entrado na luta pela vitória. Vamos agora canalizar esse entusiasmo para a prova de Reguengos de Monsaraz que se disputa já no próximo fim-de-semana”, explicou no final da corrida o piloto que é navegado pelo experiente José Marques e que disputou a Baja TT do Pinhal aos comandos de um Mini John Cooper Works Rally da X-Raid, assistido pela MRacing.

O Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno regressa já no próximo fim-de-semana para disputar em Reguengos de Monsaraz a Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal que terá um percurso seletivo com cerca de 300 quilómetros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.