Goodyear prevê as 24H de Le Mans mais rápidas da história recente

0

Goodyear cumpre o seu muito agradado regresso a Le Mans
Cinco equipas escolhem a Goodyear para a maratona de 24 horas
Goodyear prevê um ritmo recorde
Lisboa, 17 de setembro de 2020.- A Goodyear tem como objetivo somar uma nova vitória ao seu palmarés de 14 vitórias nas 24 Horas de Le Mans quando levar a cabo o seu muito esperado regresso à corrida de resistência mais prestigiada do mundo. A corrida que hoje se inicia será a primeira edição de Le Mans a contar com pneu Goodyear desde 2006, e poderá ser a edição mais rápida da clássica francesa de resistência dos últimos tempos.

A 88ª corrida de Le Mans foi transferida da sua data original de junho para 19-20 de setembro devido á pandemia da COVID-19, e também constitui a penúltima ronda da presente temporada do Campeonato do Mundo de Resistência (WEC) da FIA. A luta pelo título termina com as 8 Horas do Bahrain, a 14 de novembro, e o resultado em Le Mans é particularmente importante, dado que a clássica francesa atribuiu “pontos duplos”.

A Goodyear prevê que as 24 Horas possam ser umas das mais rápidas da história recente devido às condições mais frias, na opinião de Mike McGregor, Diretor do Programa de Resistência da Goodyear: “A temperatura ambiente e da pista deverão ser significativamente mais baixas do que em junho. Um ar mais frio significará maior eficiência, ao reduzir a resistência aerodinâmica e melhorar o rendimento do motor. Quanto aos pneus, com a nova gama Goodyear, vimos ser dado um passo em frente em termos de ritmo durante esta temporada, por comparação com os tempos por volta de anos anteriores. Combinem-se estes fatores, e teremos a receita para um Le Mans recorde”.

Um dos desafios para os fabricantes de pneus em Le Mans é os regulamentos do WEC apenas permitirem três tipos de pneus para condições de piso seco durante toda a temporada. Isto significa que a Goodyear tece que desenvolver uma gama capaz de cobrir uma ampla gama de temperaturas de pista. Por exemplo, na última corrida, em Spa, um dia invulgarmente tropical na Bélgica levou a temperaturas de pista de 42° C. Na temporada anterior em Spa, a temperatura da pista era de apenas 7° C. Em Le Mans, a Goodyear espera centrar-se nas especificações macias “A”, ou nas mais recentes especificações médias “B”, com a média plus “C” sempre a mão, caso venha a verificar-se uma pouco provável onda de calor.

Mike McGregor acrescenta: “O nosso objetivo é proporcionar uma performance duradoura às nossas equipas, limitar o número de trocas de pneus e manter o pico de performance no stint, quando os níveis de combustível são baixos. Em Le Mans, trocamos de pneus depois do equivalente a mais de duas distâncias de uma corrida de Fórmula 1. Nesse momento, quando o carro tem pouca carga de combustível, o piloto necessita da máxima performance. Em Spa, os carros equipados com Goodyear foram os mais rápidos em pista nesta fase da corrida”.

Construir um banco de dados de conhecimento

O calendário comprimido deste ano significa que não houve tempo para o tradicional dia de testes de Le Mans, quinze dias antes da corrida. Ainda assim, os engenheiros da Goodyear têm estado a levar a cabo uma extensa pesquisa para o seu regresso à prova. Mike McGregor explica como os engenheiros da Goodyear constroem o seu conhecimento dos circuitos do WEC: “Visitamos os circuitos meses antes de cada corrida para analisar as superfícies. Os circuitos que foram reasfaltados recentemente, como Paul Ricard, possuem uma ‘superfície micro-rugosa’, mas os circuitos mais antigos, como Spa dispõem de um asfalto ‘macro-rugoso” muito mais aberto’.

“Voltamos sempre a analisar a superfície, para ver como evoluiu desde a nossa última visita. Le Mans é único, porque parte da pista é um circuito de corridas permanente, mas a maior parte da pista é via pública, e a superfície desgasta-se muito, ano após ano. À medida que a Goodyear vais crescendo nas corridas europeias, estamos a construir um vasto banco de dados de conhecimento para acrescentar aos dados que possuem os nossos colegas dos EUA para os circuitos norte-americanos”.

Prontos para setembro à chuva

Embora a Goodyear esteja a planear o Le Mans mais rápido dos últimos anos, os seus engenheiros também se estão a preparar para as condições outonais, explica Mike McGregor: “Desde o nosso regresso, em agosto do ano passado, não tínhamos necessitado de utilizar o pneu para piso molhado da Goodyear até Spa, no mês passado. As nossas equipas descobriram que o pneu para piso molhado era muito duradouro, e o stint em piso molhado em Spa deu-nos muitos dados para calcular onde está o ponto de interseção entre o pneu intermédio, muito versátil, e o pneu para piso completamente molhado. Essa performance em Spa ajudou a a incrementar a nossa confiança antes de Le Mans”.

Nova normalidade, novos procedimentos

A pandemia significou que a Goodyear, como todos no paddock, teve que alterar os seus processos nos eventos de corrida, dividindo a sua equipa em bolhas e investindo em equipamento de saúde e segurança. A equipa da Goodyear em Le Mans é formada por especialistas de oito países diferentes, pelo que o cumprimento das regras de cada um desses países, assim como as das autoridades desportivas de cada país anfitrião, é fundamental para levar a cabo um evento seguro.

“É um legado para todos no desporto, fabricantes e organizadores, a forma como conseguiram que a modalidade funcione em tempos difíceis, e manter as pessoas seguras e saudáveis enquanto trabalham a nível internacional. A prioridade número um da Goodyear é manter os colaboradores seguros, e o profissionalismo do desporto durante uma crise ajudou enormemente,” acrescenta Ben Crawley, Diretor de Motorsport da Goodyear EMEA.

Os treinos livres e as sessões de qualificação em Le Mans serão realizados quinta-feira e sexta-feira, 17-18 de setembro, antes da corrida, que tem início às 14h30 CEST de sábado, 19 de setembro, até à mesma hora de domingo, 20 de setembro.

Cinca equipas da classe LMP2 montarão pneuGoodyear: Jota Sport, Jackie Chan DC Racing, Algarve Pro Racing, G-Drive Racing by Algarve e Panis Racing. A partir da próxima temporada, no WEC e nas European Le Mans Series, todos os carros de LMP2 competirão com pneus Goodyear.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.