ANPAC Racing Weekend com jornada escaldante em Braga

0

Pedro Salvador (Porche 911 GT3) e Francisco Lobato (Troféu KIA Ceed GT) foram as estrelas mais cintilantes na Braga ANPAC Racing Weekend, disputada este fim de semana no Circuito Vasco Sameiro, em Braga, com organização desportiva do CAMI Motorsport. A estreia da parceria do CAMI com a ANPAC (Associação Nacional de Pilotos de Automóveis Clássicos), promotor da segunda jornada da época 2020 dos principais campeonatos de velocidade, foi coroada de êxito e abre caminho a outro evento dentro em breve. O plano aponta para a realização de uma prova de resistência, com a duração de 4 horas, no final da presente temporada.

“A equipa do CAMI Motorsport, apesar do ritmo intenso a que tem trabalhado nos últimos tempos, face à concentração de provas num curto espaço de tempo, resultante das alterações operadas no calendário federativo, devido à pandemia, não deixou créditos por mãos alheias na organização deste Braga ANPAC Racing Weekend. A jornada decorreu a bom ritmo e de forma tranquila, sendo de salientar, neste período que todos estamos a viver, o cumprimento das regras sanitárias por parte de todos os intervenientes neste fim de semana de corridas, desde os pilotos aos membros das respetivas equipas e familiares. Não será exagero dizer-se que foi dado mais um exemplo de que as gentes do automobilismo também ‘aceleram’, em segurança e na defesa da saúde de todos nós, contra a covid-19”, salientou Nuno Loureiro, presidente do CAMI, satisfeito com o trabalho desenvolvido pelas seis dezenas de elementos do “staff” do CAMI Motorsport que estiveram sábado e domingo no Circuito Vasco Sameiro, em Braga.

Desportivamente, a jornada bracarense teve momentos bem interessantes, sendo de destacar, na estreia do troféu KIA com os Ceed GT, a “autoridade” com que o jovem Francisco Lobato triunfou nas duas corridas, primeiro face aos consagrados Francisco Carvalho e Manuel Gião, e depois com a oposição de José Carlos Pires e do mesmo Gião. Pedro Alves e João Aguiar Branco também ganharam, mas no duelo entre os Picanto.

No Open de Velocidade, Pedro Salvador (Porsche 911 GT3) não deixou créditos por mãos alheias e subiu ao lugar mais alto do pódio nas três corridas, batendo os Porsche 911 das duplas Bruno Pires/Fábio Mota e Pedro Marreiros/Paulo Pinheiro nas duas primeiras. Depois, na terceira e mais extensa (45 minutos) corrida, deixou Francisco Mora (CUPRA TCR) em segundo e a dupla Marreiros/Pinheiro no terceiro lugar do pódio.

Nos Clássicos, João Macedo e Silva, com o Porsche 911 RSR, impôs a lei do mais forte na primeira corrida, face aos Ford Escort de Joaquim Jorge e de Rui Costa, mas na segunda foi batido por Jorge e não conseguiu melhor que o terceiro lugar do pódio, atrás de Rui Alves (Ford Escort).
Nos Legends, Paulo Sousa (BMW M3) e Hugo Mestre (BMW 320d) foram quem colheu os louros, que no Group 1 ficaram repartidos entre André Pinheiro (Jaguar XJS) e Ricardo Pereira (Ford Escort). Nuno Dias não deu hipóteses a ninguém no Troféu Mini, vencendo as duas corridas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.