Bruno Santos aposta na internacionalização de olhos postos no Dakar

0
  • No regresso do CNTT campeão de Rally Raid vai lutar pelo título

Com dois títulos conquistados no Campeonato Nacional de Rally Raid, Bruno Santos está de regresso às provas do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno que, após a paragem de alguns meses motivada pela pandemia do Covid 19, terá a sua 2ª etapa nos dias 12 e 13 de setembro, data em que se disputa a Baja TT do Pinhal que será pontuável para a Taça do Mundo e Campeonato da Europa de Bajas.

Aos comandos de uma Husqvarna e contando, como habitualmente, com o apoio da Momento TT, Bruno Santos tinha para este ano avançar para a internacionalização com vista a uma participação no Rali Dakar. A pandemia do Covid 19 gerou uma enorme indefinição, mas o piloto de 32 anos mostra-se muito motivado com este regresso das competições. “O objetivo é investir forte nas provas nacionais para treinar, melhorar o ritmo e lutar por alcançar bons resultados e quem sabe novos títulos. O país esteve parado e começou a desconfinar em maio. Desde fevereiro que não há corridas, vamos perdendo o ritmo e é para mim muito importante poder voltar agora à competição, a poder voltar a adaptar-me à mota e sentir-lhe o pulso. A pandemia condicionou também os treinos e agora há sempre alguma expectativa relativamente a este regresso, mas estou ansioso por poder voltar e com muita vontade de poder pisar o terreno, ambicionando sempre as melhores posições”, revela o piloto de Torres Vedras.

Para se preparar da melhor forma para o plano internacional, Bruno Santos está apostado em disputar, para além das quatro provas que faltam disputar do CNTT, todo o Campeonato Nacional de Rally Raid, onde defende os títulos conquistados em 2018 e 2019. A eventual participação na Baja da Andaluzia que veio ocupar o lugar do Rali de Marrocos está também a ser equacionada.

Bruno Santos iniciou-se nas competições em 2010, no Campeonato Nacional de Enduro, categoria Verdes tendo sido notável a sua evolução. Em 2017 estreou-se no todo-o-terreno, tendo em 2018 passado para “linha da frente” no Campeonato Nacional de Rally Raid, onde conquistou a sua primeira vitória, que repetiu no ano seguinte.

A Baja TT do Pinhal, organizada pela Escuderia Castelo Branco terá o seu centro nevrálgico em Vila Velha de Rodão e irá percorrer ainda pistas dos concelhos de Sertã, e Proença-a-Nova. Como forma de ajustar a estrutura competitiva adaptada às regras impostas pela DGS para que se possa manter o distanciamento social que a pandemia ainda exige, foi suprimido o prólogo, a tradicional super especial, bem como o briefing que passará a ser escrito e a distribuição de prémios. No Sábado, a seguir às habituais verificações técnicas e administrativas vai disputar-se o primeiro setor seletivo com 80 quilómetros. No Domingo os pilotos terão de enfrentar dois troços cronometrados de 140 e 80 quilómetros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.