Gonçalo Amaral vai lutar pelo pódio na Classe TT1

0
  • Piloto Wingmotor Honda vem de um 2º lugar absoluto na Baja TT ACP

Seis meses depois de ter estado em excelente plano na Baja TT ACP, o piloto Wingmotor Honda, Gonçalo Amaral, prometer ser um dos protagonistas da segunda jornada do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno que se realiza a 12 e 13 de setembro, nas pistas beirãs da região do Pinhal.

Gonçalo Amaral, atual vice-campeão nacional TT1, alcançou no início de março um excelente 2º lugar absoluto na BP Ultimate Baja TT ACP, competição que se disputou em pistas de Santiago do Cacém e Grândola. Uma prova onde o também vice-campeão Júnior teve a companhia do seu pai, o consagrado Rodrigo Amaral que disputou essa prova no ano em que completa os 50 anos e para a qual partiu com o objetivo de se treinar e readaptar ao ambiente de competição, apoiando também o filho neste início de carreira.

A iniciar a sua segunda temporada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, o jovem piloto da Wingmotor Honda irá apresentar-se em Vila Velha de Rodão, que será a base da Baja TT do Pinhal, extremamente motivado: “O ano passado foi de integração. Perceber como se desenrolam estas provas de todo-o-terreno, melhorar a leitura de terreno, fazer gestão de esforço, aprimorar a técnica de pilotagem. Aprendi muito e sinto que evoluí bastante. É natural que este ano queira fazer melhor, queira progredir. Tenho treinado bastante ultimamente, depois daquele período em que todos fomos forçados a parar. Vou continuar com a minha Honda CRF 250 tendo como prioridades em termos de classificação as Classes TT1 e Júnior. Já percebi que vamos ter um campeonato extremamente competitivo e quero continuar a dar o meu melhor e lutar por estar regularmente nas primeiras posições”, salienta Gonçalo Amaral.

A Baja TT do Pinhal será a 2ª jornada de 2020 do CNTT depois do já disputado Raid TT a Góis. A prova beirã organizada pela Escuderia Castelo Branco terá desta feita o seu centro nevrálgico instalado em Vila Velha de Rodão e uma estrutura competitiva adaptada às regras impostas pela DGS para que se possa manter o distanciamento social que a pandemia ainda exige. Nesse sentido foi suprimido o prólogo, a super especial, bem como o briefing que passará a ser escrito e a distribuição de prémios. No Sábado terão lugar as tradicionais verificações, seguidas de um primeiro setor seletivo com 80 km. No Domingo disputam-se dois troços um com 140 e outro com 80 Km.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.