Arranca este fim-de-semana a temporada mais curta de sempre do WTCR

0

A partir de 12 de setembro e até 15 de novembro realiza-se a temporada 2020 da Taça do Mundo de Carros de Turismo (WTCR), a mais compacta e curta de sempre. Ainda assim, emoção não faltará a este campeonato realizado exclusivamente em solo europeu e onde corre o piloto português Tiago Monteiro. Prova a prova, acompanhe toda a ação do WTCR, com muitas ultrapassagens e manobras arriscadas do WTCR, em direto e em exclusivo, no Eurosport.

A pandemia de COVID-19 obrigou a organização do WTCR a mudanças significativas no seu calendário. A corrida de Marraquexe, Marrocos, marcada para 5 de abril e que abria o calendário da nova temporada de WTCR, teve de ser cancelada. A incerteza relativa à evolução da situação global levou à decisão de desenhar um novo calendário, que inclui apenas passagens pelo “Velho Continente”. De fora ficaram os palcos habituais de Macau, Malásia e China. Vila Real foi outra das provas anuladas e assim não teremos os habituais milhares de fãs de motores que enchem as ruas da cidade transmontana.

A nova época de WTCR terá apenas seis rondas e 16 corridas e passagens por Bélgica, Alemanha, Eslovénia, Hungria, Espanha e Itália. A primeira acontece já no fim-de-semana de 12 e 13 de setembro, no circuito belga de Zolder, que já tinha recebido corridas do extinto Mundial de Carros de Turismo (WTCC) e do Europeu (ETCC). Uma mudança de última hora não relacionada com a pandemia de COVID-19, isto depois do circuito austríaco de Salzburgring ter desistido de sediar o evento.

Ao todo há 20 inscritos a tempo inteiro na nova época do WTCR, de 12 países, sete marcas de carros e uma surpresa. Hyundai, Honda, Lynk & Co, Cupra, Audi, Renault e Alfa Romeo são os fabricantes que vão competir ao longo dos próximos meses. Pela primeira vez a grelha contará com um Renault, pilotado pelo britânico Jack Young, de apenas 18 anos, que será o 3.º mais jovem de sempre a competir no campeonato. O campeão em título, Norbert Michelisz apresenta-se para mais uma temporada com a ambição de renovar o cetro. O húngaro terá de lutar pela vitória corrida a corrida contra pilotos de elevado calibre, como Yvan Muller, Gabriele Tarquini, Nicky Catsburg, Luca Engstler, Esteban Guerrieri, Néstor Girolami, Tom Coronel ou Thed Bjork.

Tiago Monteiro é único piloto português no WTCR. Vai estar ao volante de um Honda Civic Tyoe R da All-Inkl.de Munnich Motorsport e acredita ter em mãos um carro que lhe permite lutar pelo título.

“Começo a temporada com o objetivo de lutar pelo campeonato. Não estaria aqui e não faria esse esforço extra apenas para correr. Já compito há 24 anos e estou nos campeonatos de Turismos desde 2007. Amo isto, mas não quero ser apenas ser um número. Eu quero mesmo ganhar o campeonato porque ainda sinto que me foi roubado em 2017. Por isso vou fazer tudo o que poder para ser campeão”, revelou Tiago Monteiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.