Dueto de sucesso na segunda corrida do Troféu C1 no Estoril

0
  • G-Tech e RP Motorsport venceram, juntas, prova de 6 horas
  • Ao final de 6 horas 2º e 3º terminam separados por 4 décimas de segundo
  • Equipa Slow Motion foi a mais forte na categoria AM

A segunda corrida de seis horas do Troféu C1 no Estoril foi ganha pela equipa G-Tech/RP Motorsport. A formação alcançou o triunfo depois de uma prova irrepreensível, tanto ao nível da pilotagem, como da mecânica do automóvel, como da estratégia aplicada pela formação. Novamente, o equilíbrio foi a nota dominante e, desta vez, o #44 Team e o Team CAM fizeram companhia à G-Tech/RP Motorsport no pódio ao terminarem na segunda e terceira posições, respetivamente. A equipa Slow Motion venceu na categoria AM.

Com um dia de verão no Circuito do Estoril, as mais de quatro dezenas de equipas apresentaram-se à partida da segunda corrida de seis horas do fim-de-semana com os rápidos e ágeis C1. A VLB Racing voltou a sair da pole-position, tal como tinha acontecido para a primeira corrida, realizada na véspera. Ao seu lado na primeira linha da grelha estava a G-Tech/RP Motorsport. Saiu desse lugar e andou sempre nas posições da frente, com exceção para os momentos em que parava nas boxes e que implicavam a descida na classificação.

Apesar desse sobe e desce constante, a formação do C1 com o número 2 discutiu, com vigor e emoção, a vitória para deixar o #44 Team no segundo lugar a cerca de minuto e meio de distância. Mais uma vez, o equilíbrio entre os primeiros classificados foi tal que seis equipas concluíram a corrida após 130 voltas ao clássico traçado do Estoril.

O andamento entre vários concorrentes foi de tal forma semelhante que o segundo e o terceiro classificados viram a bandeira de xadrez separados por menos de quatro décimas de segundo!!! Ao fim de 130 voltas e seis horas de corrida, foi uma discussão de fazer suster a respiração.

Se a categoria PRO e a classificação absoluta foram para a G-Tech/RP Motorsport, a equipa Slow Motion impôs a sua força entre os concorrentes da categoria AM. Ao contrário do que aconteceu no dia anterior, esta categoria não conseguiu andar com os melhores PRO e fechou na sétima posição a uma volta dos vencedores. Contudo, a Slow Motion também esteve uns furos acima da concorrência. A equipa que terminou em segundo nesta categoria, a Central Mensageiro, fechou a sua participação a uma volta dos vencedores. A Covid 999-Overlay-Autocloche fechou os lugares do pódio neste particular.

“O que fizemos mal ontem, não fizemos hoje. Ontem tivemos um andamento muito semelhante ao de hoje. Talvez até um bocadinho melhor. Só que ontem cometemos dois erros de estratégia. Hoje, felizmente, não só não fizemos esses erros de estratégia como tivemos muita sorte com os timings do safety-car. Fizemos aquilo que achámos que devíamos fazer. Às vezes, as corridas são uma questão de sorte mas a sorte esteve do nosso lado. Correu bem. Acabámos com uma boa vantagem mas ainda apanhámos um susto na última paragem nas boxes. Foi por muito pouco que não queimei o tempo. Foi mesmo por pouco, nem um segundo”, afirmou Fernando Mayer Gaspar, elemento da equipa vencedora, a G-Tech/RP Motorsport.

Na equipa Slow Motion, a satisfação pelos resultados alcançados nesta jornada também era evidente. “O balanço do fim-de-semana é bastante positivo. A lição que passámos no Algarve serviu para alguma coisa. Apesar da prova de sábado, dia 5, ter corrido um bocadinho mal, porque tivemos um problema na embraiagem do carro, e depois pisámos a linha branca das boxes (que penalizou a equipa, n.d.r.). Hoje começámos focados, muito concentrados e entrámos muito bem. Os problemas no carro estavam resolvidos e, sem dúvida alguma, foi espetacular acabarmos em primeiro lugar. Foi muito positivo para nós. O resultado foi interessante e vamos ver o que nos reserva a próxima prova”, afirmou um dos elementos da equipa.

As classificações são, neste momento, oficiosas. A organização do Troféu C1 decidiu, no final da última corrida desta ronda, selar onze carros, os quais irá verificar de forma mais profunda nos próximos dias. Assim, os resultados só serão oficiais no final deste processo.

O Troféu C1 volta às pistas em Novembro para o final da temporada. A competição, com seis corridas de uma hora, realiza-se no fim-de-semana de 14 e 15 desse mês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.