Design Mazda em família!

0

“Tal pai, tal filho”!

Matasaburo Maeda (pai) e Ikuo Maeda (filho) são dois nomes indissociáveis da história do design Mazda. O primeiro foi, entre outros projectos, o Designer Chefe do original Mazda RX-7, um desportivo de motor rotativo de 1978, enquanto o seu filho Ikuo Maeda liderou a equipa de projecto do modelo que lhe sucedeu, o RX-8, um coupé de 4 portas de 2003, numa espécie de golpe do destino que estava escrito nas estrelas, fruto de um ADN que lhes era naturalmente comum, mas que teve uma enorme influência de outra genética, a da própria Mazda, hoje espelhada no conceito Kodo – A Alma do Movimento.

“Apesar da palavra ‘designer’ soar muito atractiva, todo o trabalho que está por detrás desta função é muito árduo, pelo que nunca levei o tema para casa comigo, ao final de cada dia”, refere Matasaburo Maeda. Ainda assim, o seu filho Ikuo lembra-se das visitas feitas a sua casa de nomes lendários do design automóvel, como Giorgetto Giugiaro ou Nuccio Bertone, e acrescenta: “Embora nunca me quisesse tornar num designer automóvel, fui, provavelmente, influenciado por todo esse ambiente, pois sempre soube que queria fazer coisas, ser algum tipo de criador”, ele que chegou a considerar a arquitectura como uma possibilidade em termos profissionais.

Chegado em 1962 à então Toyo Kogyo Co., Ltd., o jovem Matasaburo Maeda viria a liderar a área de design da empresa, entre 1980 e 1987, período em que a própria empresa de passaria a denominar Mazda Motor Corporation, processo que decorreu em 1984. Apostando no trabalho colectivo e partilhado na Mazda, o pai Maeda foi o impulsionador de reuniões de designers, engenheiros e modelistas numa mesma sala, encorajando-os a trabalhar em conjunto.

Engenheiro de formação e educado em tempo de austeridade e disciplina, a sua filosofia assentava nas premissas da forma e da funcionalidade, manifestando-se pela suavidade e elegância das suas criações de design. É ainda sabido que apreciava todo o processo de desmontagem de automóveis, voltando depois a montá-los, ele que apenas teve modelos Mazda à porta de casa.

Já Ikuo Maeda, saído dos estudos de design industrial na Universidade de Kyoto, chegaria à mesma empresa japonesa em Março de 1982, sendo-lhe mais tarde entregue o processo de projecto do Mazda RX-8, o sucessor do icónico RX-7, criação do seu pai. Acrescente-se que Matasaburo só soube do envolvimento do seu filho na continuidade desse legado três meses antes do seu lançamento comercial e que o próprio Ikuo havia tido um RX-7 na Universidade, sem que soubesse que fora o seu pai quem estivera por detrás do mesmo.

“Um certo dia, o Ikuo mostrou-me uma fotografia do RX-8 a partir de uma brochura, pedindo-me para lhe dar a minha opinião”, refere Matasaburo Maeda, “ao que eu disse: ‘Oh, é muito bom!’, algo que também é verdade para o Mazda2… Há algo nos seus projectos que me toca em profundidade. Não tanto porque é meu filho, sendo a razão mais provável tratar-se do ADN da Mazda”.

Ikuo Maeda acredita que há uma diferença entre a sua filosofia de design e a do seu pai: “Se se considerar o design do meu pai como algo tranquilo e elegante, o meu traduz-se em maior dinâmica e movimento. Ele foi formado como engenheiro e o seu trabalho reflectiu a tendência para a simplicidade e a funcionalidade, enquanto eu tendo a romper com esse processo, representando o lado mais emocional da marca no presente”, explica. “Apesar das nossas expressões de design se diferenciarem na perfeição, como designers ambos implementámos um design assente na razão e na funcionalidade.”

Matasaburo Maeda foi, por isso, um pioneiro, tal como se expressa nas palavras de Ikuo: “O meu pai quis ser designer numa altura em que, no Japão, o conceito de designer automóvel simplesmente não existia. Estava muito à frente do seu tempo”, acrescentando que “pese embora a nossa expressão difira muito, como designers, ambos implementámos o design assente na razão e na funcionalidade”.

Presentemente com 87 anos e reformado, Matasaburo Maeda tem, por isso, no seu filho Ikuo, profissional que está prestes a completar 61 anos (nasceu a 16 de Julho de 1959) e ocupa o cargo de responsável máximo da área de design da Mazda Motor Corporation, a continuidade do legado da família, estando a integrar a sua visão única de design em toda a actual geração de modelos Mazda, não estivesse ele por detrás da criação do design Kodo – A Alma do Movimento, linhas que desde 2010 e até à data sublinham a excelência de design de toda a gama Mazda.

Matasaburo Maeda e Ikuo Maeda são, por isso o exemplo perfeito da expressão popular “tal pai, tal filho”!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.