FREE NOW e Câmara Municipal de Lisboa unem-se em assistência aos “Heróis da Cidade”

0

“Táxi Herói” da FREE NOW chega agora a todos os “Heróis da Cidade” numa parceria com a CM Lisboa

O serviço solidário da FREE NOW, criado para os profissionais da área da saúde, passa agora a estar disponível para todos os trabalhadores da CML, dos serviços e entidades associadas à CML que são essenciais para a cidade e que continuam em funcionamento, mesmo em pleno Estado de Emergência.

Depois de ter lançado o “Táxi Herói”, um serviço criado especialmente para colocar o táxi a um preço muito mais baixo à disposição dos profissionais da área da saúde, a FREE NOW vai mais além e lança uma parceria com a Câmara Municipal de Lisboa, passando o “Táxi Herói” a fazer parte da iniciativa criada pelo Município, os “Heróis da Cidade”.

Ao integrar os “Heróis da Cidade”, o “Táxi Herói” passa a estar disponível não só para os profissionais da área da saúde, como também para todos os trabalhadores da Carris, Polícia Municipal, Bombeiros, Proteção Civil e Higiene Urbana, que continuam todos os dias a precisar de se deslocarem para o local de trabalho e que, a partir de agora, o podem fazer recorrendo à aplicação da FREE NOW. Com esta opção, os profissionais podem usufruir do serviço de táxi por um valor 40% abaixo do habitual.

O “Táxi Herói” é a opção de mobilidade que a FREE NOW em conjunto com a CM Lisboa encontraram para ajudar todos aqueles que precisam de se continuar a deslocar para prestar auxílio, para manter a segurança e a higienização da cidade ou para certificar que os serviços essenciais continuam a funcionar, garantindo assim o bem-estar de todos.

Esta parceria funciona em conjunto com uma rede suportada pelo Município, com a FREE NOW a não cobrar qualquer comissão em todas estas viagens, servindo o valor da viagem para assegurar um mínimo de compensação para os motoristas de táxi que, nesta altura, atravessam também um período difícil, com a diminuição drástica das deslocações.

“Lançámos o Táxi Herói com o objetivo de poder ajudar e facilitar o dia-a-dia daqueles que continuam na linha da frente, e que, para garantir o bem-estar de todos nós, continuam diariamente a desempenhar as suas atividades com dedicação e espírito de entrega. Com esta parceria com a CM Lisboa conseguimos ir mais além e disponibilizar este serviço de táxi a todos os profissionais que fazem parte da rede “Heróis da Cidade”, explica Sérgio Pereira, Responsável da FREE NOW em Portugal.

“Em tempo de pandemia, há muitos “heróis da cidade” que, com o seu trabalho, tornam possível o confinamento social de muitos outros e asseguram o funcionamento da cidade”, refere Miguel Gaspar, vereador da Economia e Inovação, Mobilidade e Segurança da Câmara de Lisboa. “Esta parceria dá melhores condições a essas pessoas para que o táxi possa ser mais uma opção nas suas deslocações, inclusive em horários em que o transporte público é menos frequente. A Câmara de Lisboa agradece por isso à Free Now o reconhecimento de todos estes heróis, bem como a todas as empresas e entidades que se mobilizam os seus recursos para apoiar na resposta a esta pandemia, que ultrapassaremos, juntos.”

Paralelamente ao “Táxi Herói” as outras plataformas do grupo FREE NOW – Kapten e Hive – estão a colaborar com a Câmara Municipal de Lisboa para ajudar aqueles que, nesta altura, continuam a prestar auxílio aos que mais necessitam. No caso da Kapten, presta apoio na entrega de bens, onde não cobra qualquer comissão, a partir das lojas do comércio local pertencentes à rede de apoio do Município e que distribuem produtos pelos mais necessitados. Por sua vez, a Hive oferece as suas bicicletas elétricas, para que trabalhadores e voluntários possam realizar entregas em trajetos mais curtos.

“Perante esta situação difícil que todos vivemos, temos procurado diariamente encontrar formas de ajudar não só aqueles que continuam na linha da frente a lutar e a garantir que os mais frágeis e necessitados continuam a receber ajuda, como também formas de mitigar a situação complicada que tanto motoristas de táxi como de TVDE atravessam com a falta de viagens. Acreditamos que com estas iniciativas conseguimos minimizar os impactos negativos desta crise social e económica que atravessamos”, refere Sérgio Pereira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.