CNRX com jornada emotiva na Pista do Alto do Roçário

0

A chuva marcou as finais da jornada de abertura do PTRX 2020, que aconteceu na Pista do Alto do Roçário, este domingo pela mão do Vouga Sport Clube.

Final molhada é final abençoada e as decisões das corridas que definiram as classificações de cada categoria foram um verdadeiro espelho disso mesmo. Começando pela Iniciação – Troféu Ernesto Gonçalves, Rafael Rego teve que “suar” para vencer. José Artur Teixeira, apesar de se sentir combalido pelo acidente de Sábado, ganhou na Nacional A1.6.

Frederico Santos foi o melhor SuperCar; Joaquim Machado foi o vencedor da corrida da tarde, a final da Super 1600. Nuno Bastos, ganhou em casa, nos Kartcross; por fim na Nacional 2RM, João Oliveira levou a melhor sobre Andreia Sousa, que com o segundo lugar foi a concorrente feminina melhor classificada, num dia especial, o da Mulher.

No dia 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, numa iniciativa conjunta do Vouga Sport Clube e do OffRoad Portugal foi prestada uma homenagem às mulheres que acompanham a caravana do Campeonato de Portugal de Ralicross, Kartcross e Super Buggy, sejam elas pilotos, mulheres ou mães de pilotos, organização, corpo de bombeiros ou forças públicas.

FINAIS

Iniciação

Rafael Rêgo aos comandos de um Peugeot 106 XSi pode não ter começado esta primeira ronda do campeonato da melhor forma, mas com o 106 mais colaborante a cada qualificação, acabou por se impor na Final, numa corrida já com piso bastante molhado e com os pilotos a perderem muito tempo atrás da melhor trajetória. O segundo lugar do pódio foi garantido por André Monteiro (Toyota Corolla), numa conquista difícil, porque já com a bandeira xadrez à vista, Gonçalo Novo (Toyota Starlet) ainda lançou um último ataque, mas acabou por não conseguir passar o Corolla do piloto portuense, foi terceiro a dois décimos de segundo.

Nacional 2 RM

A categoria reservada às duas rodas motrizes foi conquistada por João Oliveira (Peugeot 206 GTi), apesar da oposição inicial de Hugo Santos (Honda Civic Type-R), que viria a ser alvo de uma penalização após um toque com o Seat Ibiza TDI de Fernando Silva, que ditou mesmo o abandono do Ibiza. O segundo posto foi conquistado por Andreia Sousa (Peugeot 306), que soube sempre aguentar a pressão e geriu uma corrida com um piso bastante traiçoeiro. O último lugar do pódio ficou reservado para Ricardo Mendonça (Peugeot 306 GTi), que premeia o trabalho desenvolvido durante todo o fim de semana.

Nacional A 1.6

Como tínhamos adiantado, a vitória entre os A 1.6 tinha vários candidatos, mas neste caso foi reclamada por José Artur Teixeira aos comandos de um Peugeot 106. Tiago Ferreira, que comandou grande parte da qualificação acabou por ser o segundo a ver a bandeira xadrez. Pedro Tiago (Citroën Saxo Cup) com o piso a não permitir muitos deslizes, foi gerindo o ritmo da concorrência e garantiu o último lugar do pódio.

Super 1600

Joaquim Machado (Peugeot 208 S1600), arrancou bem e conseguiu manter-se afastado das “lutas” que aconteceram, desde a primeira curva, atrás de si o que lhe deu alguma vantagem e o levou à vitória final. Já o segundo e terceiro lugares do pódio tiveram vários candidatos durante as oito voltas desta final, que acabou por ficar entregue ao estreante, nesta classe, João Novo (Citroën C2), depois de conseguir passar pelo Renault Twingo de Sérgio Dias, quando este se atravessa demasiado e faz um pião na entrada para a parte de terra do traçado. António Sousa (Peugeot 208) nunca baixou os braços e depois de conseguir superar Sérgio Dias e Rogério Sousa conquistou o terceiro lugar nesta primeira prova do Campeonato de Portugal de Ralicross.

Kartcross

Numa das categorias mais competitivas do campeonato, a vitória final acabou por ser reclamada por Nuno Bastos (ASK XC’R), que juntamente com Jorge Gonzaga (LBS RX01) e o espanhol Maikel Vilas também em LBS RX01, que por esta ordem completaram o pódio, protagonizaram uma corrida em que o comando trocou de dono a cada volta. João Medina (Semog Bravo) assegurou o quarto posto e Daniela Godinho, também em Semog Bravo representou a classe feminina da melhor forma e fechou o grupo dos cinco melhores. João Pinheiro (LBS RX01) foi o melhor entre o Campeonato de Portugal Rookies de Kartcross.

Super Cars

Frederico Santos (Mitsubishi Lancer Evo VI), conseguiu desde a primeira hora comandar as operações nesta classe. Daniel Pacheco (Subaru Impreza) foi segundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.