Martim Marques garante dois pódios na abertura do Troféu Rotax Portugal

0
  • Piloto de Vila Nova de Gaia em grande destaque no traçado de Portimão

Martim Marques foi um dos principais protagonistas da categoria Micro-Max na primeira jornada dupla do Rotax Max Challenge Portugal – ou Troféu Rotax –, disputada no Kartódromo Internacional do Algarve (KIA), em Portimão. O jovem piloto de Vila Nova de Gaia garantiu um terceiro e depois um segundo lugar, iniciando-se assim de forma muito positiva na competição que apura o vencedor para o Mundial da especialidade, que está temporada se realizará entre 7 e 14 de novembro, no Bahrain.

Martim Marques, aos comandos de um Kart equipado com chassis Charles Leclerc, esteve sempre a evoluir na primeira jornada dupla do Rotax Max Challenge Portugal da categoria Micro-Max, para pilotos dos 7 aos 10 anos de idade. No primeiro dia de competição, o jovem piloto de Vila Nova de Gaia, que ainda tem 8 anos idade, começou por ser o quinto mais rápido nos treinos cronometrados, conseguindo na Final 1 ser quarto classificado.

Contudo, na Final 2, Martim Marques fez uma corrida de grande nível e com muita garra – fazendo jus ao Mustang que exibe no seu capacete – viu a bandeira xadrez na segunda posição. Com estes resultados, o jovem gaiense garantiu o terceiro lugar do pódio, numa prova em que triunfou o experiente e bicampeão da especialidade, o espanhol Christian Costoya.

No segundo dia de competição, o piloto da RAC – Racing Academy e Competition fez a quarta melhor volta nos treinos cronometrados e na Final 1 foi quarto classificado, para depois impor um andamento mais forte na Final 2, na qual cruzou a meta na segunda posição – a apenas 0,281s do vencedor Christian Costoya – sendo que o registo da volta mais rápida foi do jovem português, com a marca de 1m07,473s aos 1531 metros de extensão do traçado algarvio. Com esta prestação, e apesar de estrear um novo chassis (Charles Leclerc), Martim Marques garantiu o segundo lugar do pódio, numa prova em que voltou a vencer o experiente piloto espanhol Christian Costoya.

“O Martim fez uma pré-época desgastante no bom sentido. Treinou muito e estes resultados são o reflexo do seu trabalho, esforço e dedicação. Mas outros pilotos que integram a equipa RAC tiveram igualmente excelentes prestações, como por exemplo a vitória de Duarte Pinto Coelho e o terceiro lugar de Matilde Ferreira na Júnior, o pódio de Frederico Pinto Coelho na Mini-Max ou o pódio de Daniel Oliveira na DD2 Master. Foi muito positivo”, sublinhou Ricardo Costa, chefe de equipa da RAC-Racing Academy & Competition.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.