Miguel Oliveira deixa boas indicações no “shakedown” em Sepang

0

Após 93 dias de ausência das pistas foi com natural expectativa que Miguel Oliveira ‘descobriu’ nos últimos três dias a KTM RC16 com que vai alinhar nas 20 corridas do campeonato do mundo MotoGP 2020. Em Sepang, na Malásia, o piloto da KTM terminou hoje os três dias de ‘shakedown’ reservados ás equipas sem concessões, pilotos de teste e ‘rookies’, conseguindo no final deste derradeiro dia efectuar na sua melhor volta um tempo de 1m59.748s, registo esse muito próximo daquela que foi a melhor volta em corrida no mesmo circuito no passado mês de Novembro (1m59.661s) e que deixou o piloto da Tech 3 bastante animado.

‘Três dias muito positivos no ‘shakedown’. Tivemos três dias onde acabámos por ter o primeiro contacto com a nova moto para 2020. A prioridade foi validar algumas das peças que têm que ser decididas até à primeira corrida e outra prioridade foi de nos certificarmos que ambas as motos funcionavam, como o próprio nome ‘shakedown’ indica. Foi um primeiro contacto com esta moto que nos deixou muito optimistas e vamos continuar este trabalho nos próximos três dias, neste fim-de-semana, onde vamos continuar a explorar esta KTM de 2020 e extrair dela o máximo partido que podermos neste próximos testes.’

Ainda a procurar a sua melhor forma física Miguel Oliveira contou com a ajuda da equipa para não ‘exagerar’ no esforço pedido ao ombro direito, passando também aqui com distinção este primeiro contacto com a moto de 2020, salvando energias preciosas para o teste a realizar a partir da próxima sexta-feira.

‘Fisicamente foram três dias duros. Chegar sem andar de moto há mais de três meses e vir fazer testes na Malásia é um choque muito grande para o corpo mas o plano que a equipa desenhou foi muito doseado a nível físico e pude resguardar-me um pouco para os próximos três dias. Não me sinto ainda completamente a 100% mas estou bastante optimista em relação a poder chegar à primeira corrida com a força e resistência muscular suficientes para ser competitivo em todas as voltas.’

Miguel Oliveira terá agora dois curtos dias sem entrar em pista – marcados no entanto por diversas acções com imprensa e promocionais – regressando ao asfalto de Sepang na próxima sexta-feira para iniciar os primeiros três dias de testes oficiais, já com todas as equipas e pilotos em pista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.