Impacto Mediático do Automobilismo e Karting com crescimento positivo ano após ano

0

É com natural satisfação que verificamos que, de acordo com o relatório de Impacto Mediático do Automobilismo e Karting elaborado pela Cision no final de 2019, registou-se um retorno total acumulado superior a 60 milhões de euros, valor que representa um aumento de 50%, face aos cerca de 40 milhões contabilizados em período homólogo do ano anterior.  

Trimestralmente, a Cision avalia o impacto de cada disciplina nos vários meios de comunicação, refletindo estes valores, o esforço de todos os envolvidos nas modalidades: pilotos, equipas, marcas, clubes, e também da FPAK, que continuamente tem vindo a estabelecer parcerias, que permitem uma maior divulgação do nosso desporto.  

Em comparação a 2018, o ano de 2019 registou um aumento de valores na maioria das disciplinas. Os ralis passaram de um total de cerca de 22 milhões de euros para cerca de 34 milhões, o Todo-o-Terreno registou um decréscimo de cerca de 7 milhões de euros para 4 milhões, fruto da anulação de uma das provas que constituía o campeonato; a Velocidade aumentou de 4,6 milhões de euros para 8 milhões; o Karting também evoluiu de 1,2 milhões, para 2,3; a Montanha cresceu fortemente de 3,8 Milhões de euros para 5,1; o Ralicross superou o milhão de euros passando de 998 mil para 1,2 milhões de euros, e a Regularidade disparou dos 217 mil euros  para os 922 resultado da cobertura televisiva assegurada pela FPAK no corrente ano. Na lista de contas do relatório de Impacto Mediático de 2019, de registar ainda a inclusão do Drift, com 453 mil euros, e do Trial 4×4, com uns expressivos 5 milhões.  

Para Ni Amorim: “Continuar nesta fase de ascensão é o objetivo desta Direcção. Entendemos que só desta forma conseguiremos colocar o automobilismo e o karting no patamar que merece. Temos consciência que é um processo longo e moroso, que obriga a muito esforço e dedicação. Estamos no caminho certo, e estes resultados só nos dão uma motivação acrescida, para continuarmos a fazer mais e melhor”.   

Comunicado 011/2020 – FPAK
Lisboa, 23 janeiro 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.