António Maio termina Dakar 2020 no Top 30

0
  • Piloto da Yamaha superou todas as dificuldades desta maratona de todo-o-terreno

António Maio concluiu hoje a sua epopeia no Dakar 2020 que, pela primeira vez, teve como palco as pistas da Arábia Saudita. Na 12ª etapa, percorrida entre Haradh e Qiddiya e com 374 km disputados ao cronometro, António Maio alcançou o oitavo lugar da especial entre os pilotos não elite mantendo assim a 12ª posição desta classificação. Na Classificação geral absoluta o piloto de Borba foi hoje o 21º e terminando na 27ª posição.

O capitão da GNR começou da melhor forma esta corrida tendo conquistado um lugar no Top 20 absoluto logo no inicio e chegou a ocupar o 19º posto à geral uma posição que manteve até à quarta etapa altura em que uma queda, de onde a mota saiu muito danificada, acabou por o impedir de conquistar um ambicionado lugar no Top 20. No entanto, António Maio encetou uma recuperação brilhante e lutou por subir na classificação tendo conseguido mostrar a sua tenacidade terminando a corrida no Top 30. Este Dakar 2020 foi o segundo onde António Maio participou e, ao contrário da primeira experiência, concluiu com sucesso aquela que é considerada a mais dura e difícil corrida de todo-o-terreno do mundo.

No pódio final deste 42º Dakar, António Maio mostrou-se satisfeito por ter alcançado o objetivo de terminar a prova e agradeceu: “a todos os meus amigos e patrocinadores que tornaram possível este objetivo e que me acompanharam e apoiaram até ao fim. Quero dedicar a minha participação ao Paulo Gonçalves, um amigo e excelente piloto que está a olhar por todos nós de certeza. Obrigado também a todos os portugueses que estão aqui a apoiar-nos. Agradeço também ao meu mecânico Bruno Pires pelo trabalho excelente que realizou. Obrigado a todos”.

Terminou assim mais uma edição do Rali Dakar. António Maio regressa agora a Portugal e vai já começar a preparar a época desportiva para 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.