O dia mais negro do Dakar…

0

Paulo Gonçalves faleceu após queda

Vitima de um acidente no decorrer da sétima etapa do Dakar 2020 – que se está a realizar na Arábia Saudita – Paulo Gonçalves não resistiu aos ferimentos resultantes da mesma e faleceu depois de transportado para o hospital de Layla.

Campeão do mundo Cross-Country e Rallyes em 2013 Paulo Gonçalves foi também segundo no Dakar em 2015, uma das quatro vezes em que terminou o Dakar entre os dez primeiros, ele que se estreou na prova em 2006 e era dos poucos a competir na prova num terceiro continente distinto. 

‘Infelizmente perdemos hoje um dos nossos melhores pilotos e, acima de tudo, um excelente Homem.
Apresento as minhas sentidas condolências e solidariedade à mulher, filhos, restante família e amigos do Paulo.
O Paulo deixa-nos uma profunda saudade mas também o maior exemplo de um piloto de excelência, com o maior número de títulos de campeão nacional e internacional, em várias modalidades do motociclismo, e com o respeito e admiração de todos que tiveram o privilégio de o conhecer.
Até sempre Paulo, e muito obrigado pela tua amizade e pela tua paixão pelo motociclismo!’


Palavras de Manuel Marinheiro, Presidente da Federação de Motociclismo de Portugal acerca daquele que é o piloto português com mais títulos nacionais e internacionais, numa carreira iniciada no motocross e que passou também pelo enduro e TT.

MÁRIO PATRÃO DESOLADO

Depois do dia de descanso que ontem teve lugar em Riyadh, capital da Arábia Saudita, arrancou hoje a segunda Parte do Rali Dakar.

Foi a sétima e mais longa etapa do Rali Dakar 2020.

À chegada e em lágrimas Mário Patrão declarou: “não há palavras que possam descrever aquilo que sinto. Por trás destas competições estão as nossas vidas e sempre com um enorme sofrimento. Mas hoje esta realidade dói mais e abala-nos a todos, perdemos um grande Amigo, um excelente ser humano e um Piloto incrível. Colocamos tudo em causa. Os meus sentimentos a toda a família. Não consigo sequer assimilar que isto sucedeu. Uma coisa é certa o Paulo será sempre o nosso Speedy Gonçalves e os seus feitos nunca irão desaparecer”

Amanhã, não será disputada a oitava etapa, em honra e por respeito ao que sucedeu ao Paulo Gonçalves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.