Encontrados os vencedores da Taça da Madeira de Karting

0

Realizou-se este fim-de-semana no Kartódromo do Faial a Taça da Madeira de Karting, o evento que encerrou a competição na ilha.

Cadete: Afonso Silva foi o melhor

O jovem piloto Afonso Silva levou para casa a Taça da Madeira, prova que encerrou o ano do desporto motorizado na ilha. No segundo posto terminou Pedro Nunes, que dominou e foi o piloto mais rápido ao longo de todo o dia de competição, chegando mesmo a vencer, só que uma penalização de mudança de posição conforme o Art. 12.3.1 g) do CDI, relegou-o para o segundo posto. Esta prova contou com a presença de vários pilotos vindos de fora da região, sendo que nos Cadetes, Tomás Gomes vindo do continente conseguiu terminar no lugar mais baixo do pódio. A fecha a classificação terminou Martim Alves no quarto lugar e no quinto posto, Afonso Pires.

Super Cadete: Afonso Santos levou a Taça

Foi um prémio justo para Afonso Santos, que venceu categoricamente a Taça da Madeira de Karting na categoria Super Cadete, que com o seu andamento regular venceu a pré-final e a final. Em segundo ficou o campeão de 2019, João Dinis, que apesar de ser o mais veloz em pista não conseguiu contrariar a superioridade do Afonso Santos. A fechar o pódio terminou Martim Menezes que bem tentou andar nesta luta a três pela vitória ao longo de todo o dia de competição. De destaque nesta competição Diogo Aguiar que vindo dos Açores não conseguiu ir além do sexto posto final.

Júnior: Dobradinha para António Santos

2019 foi um ano memorável para António Santos que juntou assim, desta forma, o título regional de Super Cadete à Taça da Madeira. No segundo posto terminou o piloto espanhol Guilhermo Pernia que revelou ser um piloto muito rápido e que muito lutou pela vitória. No último degrau do pódio ficou Rodrigo Silva que desta vez não conseguiu acompanhar o ritmo dos primeiros. Diogo Marujo foi mais um dos pilotos do contingente continental que terminou a prova no quarto lugar, mas com uma penalização ao abrigo do Art. 12.3.1 g) do CDI. Mateus Jesus fechou o top 5.

Max: Gabriel Caçoilo vitorioso

O piloto vindo do continente, Gabriel Caçoilo, levou a melhor e venceu a Taça da Madeira revelando ser um piloto muito rápido. O Campeão em título Martin Nunes bem tentou contrariar a superioridade de Caçoilo, chegando mesmo a vencer a pré-final, só que na final o piloto continental levou a melhor numa corrida que uma vez mais foi das mais animadas e disputadas do dia de competição. O pódio ficou fechado com mais um piloto vindo do continente, mas com raízes familiares da Madeira, João Vairinhos que repetiu desta forma a sua participação na Taça da Madeira, voltando a estar em evidência e a lutar uma vez mais pelo lugar mais alto do pódio ao longo de todo o dia de competição. O regressado à competição João Bazenga terminou no quarto posto seguido de Luís Escórcio que encerrou assim o top 5. De lamentar a desclassificação do piloto Dennis Oliveira por alegados comportamentos impróprios.

Max Master: Diogo Silva junta taça ao campeonato

vencedores da Taça da Madeira de KartingFoi um ano em pleno para Diogo Silva que juntou a Taça da Madeira ao título de campeão do Troféu Karting. Num dia prova, que foi verdadeiramente uma festa, foi uma corrida muito animada, com Diogo a ser sempre o mais rápido ao longo de todo o dia desde os treinos cronometrados. No segundo posto da final terminou o piloto continental Rui Vieira que aproveitou as últimas voltas da corrida para saltar para o segundo lugar. O pódio ficou fechado com Filipe Pires que bem tentou, em todas as corridas, acompanhar Diogo Silva perdendo o segundo posto apenas na penúltima volta da final. No quarto lugar terminou Mark Dinis que até começou bem a corrida final, no segundo lugar, mas logo na segunda volta perdeu algumas posições conseguindo mesmo assim um excelente quarto lugar final. No quinto posto terminou João Dias que fez uma prova muito positiva. De destacar a participação do piloto inglês Jay Varma que terminou a prova no nono lugar. Pedro Melim o vencedor da última prova do Troféu Karting da Madeira, não teve uma prova feliz, um toque na pré-final condicionou-o fisicamente e danificou irremediavelmente o kart fazendo-o desistir precocemente na final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.