GT4 South European Series terminam época num palco histórico

0

As GT4 South European Series termina no próximo fim-de-semana a sua temporada de estreia e nada melhor que ter o histórico Autódromo do Estoril como palco, onde o automobilismo registou páginas de ouro, esperando-se mais duas corridas plenas de emoções.

O PLATEAU
A mais antiga pista permanente portuguesa foi inaugurada em Junho de 1972, tendo sido desenhado por Ayrton Lolô Cornelsen, responsável pelos autódromos de Jacarepaguá e de Luanda, entre outros, que dará no próximo fim-de-semana as boas-vindas à competição apoiada pela Betano.

Ao longo da sua história albergou o Grande Prémio de Portugal de Fórmula 1 entre 1984 e 1996, inclusive, tendo sido o cenário de momentos históricos como a decisão do título com menor diferença entre pilotos de sempre – em 1984 Niki Lauda sagrou-se Campeão Mundial pela terceira vez no Estoril, deixando Alain Prost a 0,5 ponto, apesar do francês ter ganho a corrida – ou o primeiro triunfo de Ayrton Senna na categoria máxima do desporto automóvel – 1985.

No início do século, foi o teatro do FIA GT, tendo máquinas como o Lister Storm, o Chrysler Viper, o Ferrari 550 GTS Maranello, ou o Ferrari 575 GTC Maranello se imposto nos 4,182 quilómetros e dezoito curvas, permitindo aos portugueses apreciar os exóticos carros dos grandes construtores da categoria.

Depois do International GT Open ter mantido a tradição das provas de GT no “Nosso Autódromo”, as GT4 South European Series assumem o papel de oferecer aos adeptos lusos a possibilidade de poderem ver grandes máquinas em competição.

A COMPETIÇÃO EM PISTA
Em pista a emoção voltará a ser profunda com um trio de Mercedes-AMG GT4 a lutar entre si e com um Ginetta G55 GT4, na Pro-Am Cup, uma batalha ente um Porsche Cayman GT4 e um Aston Martin Vantage GT4 na Am Cup, ao passo que na GTC Cup serão três Ginetta G50 GT4 a discutir as honras.

Miguel Cristóvão e Francisco Abreu, em Mercedes-AMG GT4, asseguraram a Taça Pro-Am no Algarve, a ronda anterior, com dois triunfos, mas chegam ao Estoril determinados em sublinhar que a temporada que assinaram não foi obra do acaso e olham para as vitórias como forma de terminar bem a época deste ano.

No entanto, Mariano Pires e César Machado tudo farão para dificultar a tarefa do duo do carro germânico, procurando regressar às vitórias aos comandos do Ginetta G55 GT4 da ABM Grand Prix, depois do triunfo que conquistaram em Jarama.

Mas os protagonistas da temporada de estreia da competição apoiada pela Betano terão forte oposição da parte da Bullitt Racing, que volta a marcar presença com os seus dois Mercedes-AMG GT4 que foram presença assídua na GT4 Europe Series.

Numa das máquinas de Estugarda estarão Stephen Pactrick e Andy Meyrick, ex-piloto oficial da Bentley Racing, que conquistaram dois segundos lugares no Algarve, e Ian Loggie e Callum McLeod, que ostenta na sua carreira títulos da European F3 Open e da Fórmula Ford Britânica, que asseguram um pódio na primeira corrida da pista situado nos arredores do Portimão.

A Am Cup tem ainda por decidir quem será o “Campeão”, tendo como protagonistas Francisco Carvalho e CO Jones.

O piloto da Guarda regressa às GT4 South European Series aos comandos de um Porsche Cayman GT4 preparado pela Veloso Motorsport que dividirá com Fábio Mota, uma estreia na competição. Francisco Carvalho tem cinquenta pontos no seu nome, estando a trinta e seis pontos de CO Jones, quando estão ainda cinquenta em disputa.

O piloto inglês volta estar aos comandos de um Aston Martin Vantage GT4 do Team Virage, tendo como colega de equipa Freddie Hunt, e chega ao Autódromo do Estoril como o principal candidato a levar a Taça Am no domingo à tarde.

Na GTC Cup, Marmaduke Hall e Edward Moore tem já no seu currículo o título deste ano, mas depois de terem evidenciando um andamento de elevado nível ao longo da temporada, tendo-se batido com carros bastante mais recentes, olham para o fim-de-semana do Autódromo do Estoril como mais uma possibilidade para mostrarem o respectivo talento.

O duo inglês terá a concorrência do Ginetta G50 da Plemar Sport de Juan Reina, que deu muito boa conta de si no Algarve e de Jemma Moore, que sozinha aos comandos de um carro semelhante da Tockwith Motorsport será a representante feminina nesta ronda das GT4 South European Series.

COMO VER
Como é habitual, ambas as corridas do fim-de-semana terão transmissão no Porto Canal. Assim, a primeira corrida será difundida a partir das 9h55 de domingo, em directo, e a segunda das 23h30, em diferido, do mesmo dia. Serão igualmente transmitidas em directo através do Facebook e do Youtube da competição, tendo a segundo o seu início às 16h20.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.