Troféu SUPER SSV 2019 terçinou em Coruche

0

Chegou ao final o Troféu SUPER SSV 2019 com a realização da terceira prova no passado fim de semana em Coruche. Depois de uma primeira passagem por este local e de uma viagem até Portalegre, a caravana dos SSV regressou à pista da Várzea de Agua que para a luta pelos últimos pontos do ano.

A organização uma vez mais a cargo do Moto Clube Sacho preparou um circuito completamente diferente do usado no inicio do ano, utilizando pistas novas ou em sentido oposto, propondo assim um desafio inédito aos participantes. Apesar de estarmos já a meio do Outono, o sol foi uma constante de inicio a fim da corrida muito embora se tivesse feito sentir algum frio. Já dentro da pista, que se apresentava em excelentes condições e sem pó graças ás chuvas dos últimos dias, o calor da competição fez-se sentir bastante apesar da caravana de participantes ser mais reduzida do que o esperado.

Nos treinos Flávio Mota foi o melhor nos treinos, conseguindo obter a volta mais rápida ao circuito e garantindo assim a pole position para a resistência que se disputou ao inicio da tarde. Arnaldo Monteiro ficou sem segundo, conseguindo sua melhor volta com apenas mais dois segundos do que Flávio Mota. Luis Cidade, com mais oito segundos foi o terceiro. Em comum todos estes pilotos tinham o facto de todos terem pilotarem Can-Am X3.

Apesar de um pouco menos experiente do que os seus adversários Flávio Mota liderou a corrida durante as duas primeiras voltas, sendo depois ultrapassado por Luis Cidade. A partir deste momento, a dupla Luis Cidade / Pedro Mendonça assumiu o comando da corrida, controlando o andamento dos seus adversários até ao final e assegurando mais uma vitória com 19 voltas realizadas. Arnaldo Monteiro terminou em segundo lugar com 18 voltas realizadas, depois de uma corrida rápida mas muito regular acompanhado de Nuno Morais. Em terceiro lugar ao volante de um Polaris RS1 terminou Francisco Palmela com 16 voltas realizadas.
Cláudia Costa venceu não só a classe Senhoras, mas também classe Hobby ao conseguir dar 14 voltas.

Luis Pirralho, Director da X-Adventure entidade promotora do Troféu Super SSV disse no final da prova que: “Depois de algumas indefinições quanto ao local desta terceira prova, acabamos por regressar uma zona que bem conhecemos e é do agrado dos concorrentes. Tivemos um dia espetacular e uma pista impecável, sem pó e com pouca lama que garantiu a espetacularidade da corrida.”

Em jeito de balanço da época, acrescentou que: “Apesar de termos a edição de 2020 já a ser preparada, a fraca adesão de participantes que é justificada pelas mais variadas razões poderá ter colocado um ponto final na edição do próximo ano deste troféu. O esforço que fizemos ao longo do ano para poder colocar no terreno uma competição simples, mas que assegurasse todos os requisitos formais, de segurança e verdade desportiva, não teve o devido retorno em termos de participações, não sei bem por que motivo. As equipas são o elemento principal pois sem elas não conseguimos fazer corridas e nem angariar apoios que ajudem a suportar a competição. Até há data da entrega de prémios espero ter uma decisão tomada quanto á realização ou não da temporada em 2020 ou se nos vamos restringir a um ou dois eventos esporádicos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.