Vitória brilhante de Lewis Hamilton no México

0

Lewis Hamilton foi novamente mágico e arrancou uma grande vitória na raça, no braço e na estratégia este Domingo no G.P. do México. Lutando contra o favoritismo teórico da Ferrari, antecipou a sua paragem nas boxes, fez um “stint” de quase 50 voltas com os pneus duros e ainda contou com a ‘ajuda’ da equipa italiana, que “derrubou” Charles Leclerc no seu “pit-stop” e viu Sebastian Vettel perder terreno ao ficar mais tempo em pista com os pneus médios. Assim, Hamilton conquistou a sua 83ª vitória da carreira e a sua décima do ano, além do 100º triunfo da Mercedes na F1.

Mas Hamilton vai precisar esperar mais uma semana para comemorar de hexacampeonato. Isso porque Valtteri Bottas conseguiu salvar o primeiro match-point ao terminar em terceiro lugar, atrás de um Sebastian Vettel que, além de ver a sua estratégia não dar certo, sofreu com a falta de ritmo de corrida da Ferrari.

O finlandês tirou proveito da melhor performance do carro e também dos azares da dupla da Red Bull: Max Verstappen desentendeu-se com Hamilton na primeira curva e teve um furo, enquanto Alexander Albon até chegou a pensar no pódio, mas ficou “preso” atrás de Carlos Sainz depois do primeiro “pit-stop” e perdeu muito tempo.


Leclerc teve um domingo decepcionante depois de ter largado da pole, perdendo qualquer chance de vitória depois de ter sido atrapalhado pela Ferrari na estratégia e nos “pit-stops”. O monegasco não passou da quarta posição, sendo seguido por Albon e Verstappen, com a Red Bull a decepcionar depois de ter estado muito bem na sexta-feira e também no sábado.


A correr em casa, Sergio Pérez fez a festa dos adeptos locais ao terminar na sétima posição, seguido por Daniel Ricciardo, Daniil Kvyat e Pierre Gasly. No entanto o russo deu um toque no carro de Nico Hülkenberg — que vinha em nono — na última curva e o incidente ficou sob investigação dos comissários. Kvyat foi punido em 10s e Hülkenberg foi declarado como décimo classificado.


A decisão do título fica para o próximo domingo com Hamilton a deter 74 pontos de vantagem para Bottas. Dentro de uma semana, a F1 disputa a sua 19ª etapa da temporada 2019, o GP dos Estados Unidos, no Circuito das Américas, em Austin.


Base do texto: grandepremio.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.