Francisco Mora triunfa no Open de Velocidade em corrida encurtada

0

O derradeiro dia de competição do Campeonato Open de Portugal de Velocidade começou, hoje de manhã, com a Corrida 2 no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão. Uma corrida marcada pelo princípio de incêndio no SEAT León Mk3 de Joaquim Santos, que levou a direção de prova a interromper a corrida após quatro voltas.

Antes disso, já José Correia tinha ficado de fora logo na volta de lançamento, com problemas mecânicos no seu Nissan GT-R GT3. A ausência do vencedor da corrida de sábado abriu espaço para Francisco Mora assumir a liderança logo após o arranque, com o jovem piloto do Cupra TCR a manter-se na frente de todo o pelotão até a corrida ser interrompida.

Nessa altura, Nuno Batista era o líder da categoria G2 e confirmou o triunfo com o Porsche 997 GT3 Cup, na frente do 991 GT3 Cup de Pedro Marreiros, que ainda recuperou algumas posições até a corrida ser interrompida.

Pedro Marques, que estreia o seu Porsche 991 GT3 Cup em provas do Open, completou o pódio na categoria G2, enquanto Paulo Martins conseguiu terminar logo a seguir, com o Volkswagen Golf GTi da categoria T2. Seguiu-se o Renault Clio RS de Jorge Silva e Pedro Silva, vencedores entre os T4, logo seguido por André Tavares, que só tinha feito duas voltas nos treinos livres ao volante do Honda Civic Type R.

José Fafiães levou o popular Mazda MX5 ‘Faísca’ (categoria T5) ao top 8 final, na frente de Gabriela Correia e Manuel Sousa, ambos em SEAT, que foram obrigados a abandonar logo na primeira volta.

A corrida mais longa do fim de semana, em formato de Endurance e com duração de 50 minutos, está agendada para as 17h10 e que reunirá os concorrentes do Open, TCR e GT4 South European Series.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.