Citroën confirma progressos feitos no asfalto

0

Após o desaire sofrido no primeiro dia de prova, Sébastien Ogier e Julien Ingrassia demonstraram hoje o verdadeiro espírito dos Campeões, reencontrando a vontade necessária para os colocar, de novo, nos lugares pontuáveis – terminaram a 2ª Etapa na 8ª posição – demonstrando as evoluções registadas na competitividade do C3 WRC em pisos de asfalto.

Após as alterações nos set-ups dos carros operadas no Parque de Assistência da noite de ontem, hoje (sábado) as equipas enfrentaram 121,72 quilómetros cronometrados, desenhados nas largas especiais da Catalunha, traçados que mais se assemelhavam a pistas de competição.

Após o desaire sofrido ontem, Sébastien Ogier e Julien Ingrassia demonstraram, mais uma vez, um grande profissionalismo, dando tudo o que tinham para recuperar o máximo de terreno possível, ao mesmo tempo que experimentavam algumas novas opções de set-up para futuros ralis em asfalto. O 3º melhor tempo alcançado na Especial de abertura do dia (14,08 km), a apenas 2,5 segundos do registo mais rápido, confirmou, de imediato, o passo em frente dado nas prestações do C3 WRC neste tipo de piso. Os esforços da equipa francesa foram recompensados, logo a seguir, no segundo troço do dia, com a subida ao 8º lugar, fazendo-os regressar, assim, aos lugares pontuáveis.

Deixada sem qualquer alvo realista para conquistar, a dupla Ogier / Ingrassia continuou a alcançar tempos muito competitivos, apesar da batalha cerrada que grassava nos lugares da frente. Conseguiram dois 2ºs melhores tempos, a apenas 1,2s e 1,7s dos mais rápidos, nas ES9 e ES12 (24,40 km). Em conjunto com os restantes membros da equipa, os sêxtuplos Campeões do Mundo aproveitaram a Assistência a meio do dia para fazer algumas mudanças de set-up, continuando a melhorar o C3 WRC para futuros ralis que se venham a disputar neste tipo de superfície.

Determinado em manter-se na luta, o Citroën Total World Rally Team irá continuar a manter este ritmo na 3ª Etapa de amanhã (domingo), composta por 74,14 quilómetros cronometrados, divididos por 4 Especiais, a última das quais será a Power Stage, onde pretende conquistar o máximo de pontos possível.

O QUE ELES DISSERAM…
Pierre Budar, Diretor da Citroën Racing
“Um ponto positivo desta 2ª Etapa de hoje é a confirmação de que os trabalhos feito, recentemente, em pisos de asfalto foi válido e eficaz, demonstrando que melhorámos a performance do C3 WRC neste tipo de superfície. Deu, também, à nossa equipe técnica a hipótese de explorar algumas ideias sobre as melhores opções de set-up, com vista às nossas próximas participações em ralis de asfalto.”

Sébastien Ogier, Piloto do Citroën Total WRT
“Apesar de não ter sido fácil encontrar motivação, fiz o meu melhor para me manter muito concentrado e dedicar-me à condução. Acabámos por alcançar tempos muito bons. Estou contente com o facto de que as boas sensações que senti nos testes se confirmarem aqui, no rali. O equilíbrio do C3 WRC está muito melhor e tenho mais confiança no eixo da frente. Não estamos ainda lá, no entanto, pois noto que ainda falta qualquer coisa, mas vamos continuar a trabalhar arduamente para encontrar esses últimos décimos de seguindo, que são sempre difíceis de alcançar.”

RALI RACC CATANUNHA / RALI DE ESPANHA 2019
CLASSIFICAÇÃO GERAL APÓS 2ª ETAPA

  1. Neuville / Gilsoul (Hyundai i20 WRC) 2:25:15.8
  2. Sordo / Del Barrio (Hyundai i20 WRC) +21.5
  3. Tänak / Järveoja (Toyota Yaris WRC) +24.6
  4. Loeb / Elena (Hyundai i20 WRC) +25.2
  5. Latvala / Anttila (Toyota Yaris WRC) +46.8
  6. Evans / Martin (Ford Fiesta WRC) +1:09.2
  7. Suninen / Lehtinen (Ford Fiesta WRC) +1:24.5
  8. Ogier / Ingrassia (Citroën C3 WRC) +4:09.9
  9. Ostberg / Eriksen (Citroën C3 R5) +6:35.2 (1º RC2 & 1º WRC2Pro)
  10. Camilli / Veillas (Citroën C3 R5) +6:38.2 (2º RC2 & 1º WRC2)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.