Mais de uma centena de pilotos nas 24H do Algarve

0

A meio da temporada, várias equipas fizeram chegar à Organização do Troféu C1 um pedido de uma prova extra. Juntamente com o Autódromo Internacional do Algarve, a Motor Sponsor apresentou as 24 Horas do Algarve que acontecem já este fim-de-semana.

Tendo em conta que é uma prova extra e já não entra nas contas do Troféu C1, 21 Equipas responderam que afirmativamente a este verdadeiro desafio de endurance. Nos mais de cem Pilotos encontramos excelentes novidades e estreias no Troféu C1.

A SPY Motorsport vem de Inglaterra, dando um toque internacional à prova com uma Equipa 100% Inglesa. Na G-Tech 1, a família Amaral ganha força com a chegada de Pedro Amaral que se junta ao seu Pai Larama (Manuel Amaral) um “habitué” no Troféu. A PUMA e a OnRising unem-se e trazem consigo os pilotos Francisco Abreu e Miguel Cristóvão, habituados a máquinas mais potentes. De volta às origens, estará Gonçalo Inácio Racing Page que se junta a um grupo de amigos e padrinhos e dão origem à Team Nata. Por último, um grande destaque para a G’s Competizione, Garagem Joao Gomes, LDA, Monteiros Competições e Martinhosport que voltam a encher as Equipas de estreantes no Troféu C1 e alguns na Velocidade Nacional. O Autódromo Internacional do Algarve não quis faltar à festa e terá uma Equipa composta por clientes e parceiros.

No plano desportivo existem vários candidatos à vitória geral. A Mundimat, G-Tech 2, Termolan, G2B Motorsport, Gianfranco Motorsport GMBM e Team Nata assumem-se como sendo as principais. No entanto, e numa prova tão longa como umas 24 horas, tudo pode acontecer. Na categoria AM, e tendo em conta o andamento demonstrado durante a época de 2019, a OutScope Racing IT, Central Mensageiro, Autocloche, Oficina de Reparações Auto e Escape Livre/ Razão Automóvel (sem Francisco Carvalho) estão na linha da frente das apostas.

Para André Marques “conseguir voltar a organizar umas 24 Horas em Portugal, prova rainha das corridas de endurance, é uma vitória para nós. Tendo em conta que é uma prova extra, que não entra para as contas do Troféu e que obriga a um esforço financeiro, ter 21 Equipas na grelha de partida é muito satisfatório. Claro que se olharmos para a realidade do Troféu C1 é um número inferior ao normal mas, para a realidade nacional de Troféus, é um excelente número. Temos a certeza que será uma experiência única para Equipas, Pilotos e Organização”.

Horário:
SEXTA-FEIRA – 4 DE OUTUBRO
17H30 – 18H30 >> Treinos cronometrados
19H45 – 22H45 >> Treino noturno obrigatório

SÁBADO – 5 DE OUTUBRO
12H00 >> Arranque das 24 Horas do Algarve

DOMINGO – 6 DE OUTUBRO
12H00 >> Final das 24 Horas do Algarve

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.