Maserati anuncia os seus planos para o desenvolvimento, eletrificação e produção de novos modelos em Itália

0

Em linha com o programa de investimento da FCA de 5 mil milhões de euros para Itália, a Maserati anuncia o seu plano de inovação para a produção, a eletrificação e as tecnologias de condução autónoma.

No que diz respeito à produção, a Maserati anuncia os seus planos para a sua gama de produtos novos e eletrificados em Modena, Cassino e Turim (Mirafiori e Grugliasco).

Todos os novos modelos da Maserati serão concebidos, desenvolvidos e produzidos 100% em Itália, e adotarão sistemas de propulsão elétrica híbridos e de bateria, capazes de proporcionar tanto a inovação como as altas performances imbuídas no ADN da marca. Todos os modelos elétricos da Maserati combinarão a tradicional e muito apreciada dinâmica de condução da Maserati com a tecnologia elétrica de bateria da nova geração, oferecendo modos de condução únicos, uma autonomia alargada e capacidades de carregamento ultrarrápido.

Passo importante para a inovação Maserati é o nível de condução autónoma. Todos os novos Maserati, incluindo a atualização dos atuais modelos, disporão de capacidades de condução autónoma; partindo do Highway Assist melhorado da Maserati de nível 2, será alcançado o nível 3 de condução autónoma, já capaz de oferecer uma quase total independência do veículo, estando apto a manter o veículo na faixa, a mudar de faixa de rodagem ou a imobilizar o veículo, em segurança, na berma, caso o condutor não esteja em condições de assumir o respetivo controlo.

Em 2020, a Casa do Tridente colocará em marcha a eletrificação, e será o Maserati Ghibli, produzido em Turim, o primeiro veículo elétrico híbrido da marca.

O primeiro dos Maserati totalmente novos a ser lançado será o muito aguardado superdesportivo, dotado de tecnologia de vanguarda e senhor dos valores tradicionais da Maserati. Será produzido na fábrica de Modena, onde estão a ser realizadas importantes atualizações na linha de produção para acolher o motor elétrico.

Posteriormente, será lançado um novo Maserati “Utility Vehicle”, a construir na fábrica de Cassino e destinado a assumir um papel de protagonista na marca, devido às suas inovadoras tecnologias. Foi previsto um investimento de cerca de 800 milhões de euros para a construção de uma nova linha de produção, cuja inauguração está agendada para o final do primeiro trimestre de 2020. Espera-se que os primeiros veículos pré-série se comecem a sair da linha de produção em 2021.

Após muitos anos de sucesso, GranTurismo e GranCabrio continuam a fazer parte das raízes da marca, e são estes modelos que preanunciarão a era de eletrificação total para a Maserati. Os GranTurismo e GranCabrio totalmente novos serão fabricados no Polo de produção de Turim, onde a FCA está a investir 800 milhões de euros.

A produção dos novos modelos, e o melhoramento constante dos atuais, completarão a prestigiante gama da Maserati, atualmente composta por Levante, Quattroporte e Ghibli.

Com a introdução de várias inovações de produto, a Maserati reforça a importância de Itália no que diz respeito à sua produção, particularmente Modena, que continuará a desempenhar um papel estratégico enquanto sede da marca.

Em Modena teve já início a construção de uma linha de pintura dotada de tecnologias inovadoras, com reduzido impacto ambiental, uma nova valência desta unidade fabril. O desenho da área permitirá aos clientes da Maserati assistirem à pintura do seu próprio veículo.

Por fim, a Maserati está a desenvolver um programa de personalização totalmente novo, destinado aos seus clientes que buscam um nível de exclusividade único no género. Para tal, no interior da fábrica de Modena será criado um laboratório de personalização.

Os planos de investimentos da FCA 2019-2021 para Itália, anunciados no passado dia 29 de novembro, em Turim, compreendem treze modelos da FCA totalmente novos ou significativamente atualizados, e ainda versões eletrificadas de 12 modelos novos ou já existentes, incluindo os produtos da Maserati, a recém-anunciada nova versão elétrica do Fiat 500, que será fabricada em Mirafiori, e um novo veículo premium para a Alfa Romeo, que será produzido em Pomigliano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.