Queda atrasa Miguel Oliveira em Misano

0

A Red Bull KTM Tech3, teve uma jornada difícil na 13ª ronda da temporada de MotoGP de 2019, hoje dipsutada no ensolarado Circuito Marco Simoncelli em Misano. Hafizh Syahrin fez uma corrida constante e conseguiu trazer para casa um precioso ponto do campeonato.

Já no que diz respeito a Miguel Oliveira, este teve de cerrar os dentes para ultrapassar as dores e o desconforto causado pela lesão no seu ombro após a queda em Silverstone. O piloto português conseguiu um bom arranque e subiu três posições no início e estava bem dentro da luta pelos 15 primeiros, até cair na sétima volta. O piloto da Red Bull KTM Tech3 conseguiu voltar à corrida na 21ª posição e tentou recuperar o atraso. Miguel Oliveira terminou em 16º, muito perto de pontuar.

“Foi uma corrida difícil, como previmos. Foi uma pena que eu tenha caído no começo. Não há muito a dizer, é uma pena, porque estávamos a conseguir estar dentro da zona pontuável, principal objectivo para esta prova. Poderíamos ter sido bastante competitivos na corrida, mas gerir o pneu dianteiro no calor era difícil, portanto, não pude evitar o acidente. Quando peguei na moto novamente, também tive um bom ritmo, por isso é decepcionante. Continuamos o nosso trabalho na próxima semana em Aragão e esperamos terminar a corrida numa boa posição. ” Explicou Miguel Oliveira.

“Terminamos o fim de semana como começamos, muito longe. Sabíamos que o Miguel teria dificuldades devido à sua condição física depois da lesão sofrida em Silverstone. Ainda tínhamos alguma esperança, mas, embora o início tenha sido bom, o acidente fez terminar o fim-de-semana com tristeza. Podiamos ter conseguido claramente quatro, talvez cinco pontos, não foi possível. Obrigado ao Miguel por ter passado o fim de semana inteiro a tentar, mesmo com muitas dores. Obrigado por voltar à moto após a queda, porque foi uma atitude corajosa, mas é uma pena depois do sentimento positivo da Áustria e do Reino Unido, que estamos de volta ao lugar onde estávamos antes das férias de verão… Vamos torcer para que o estado físico do Miguel seja melhor em Aragão. Hafizh fez uma corrida constante, conseguiu um ponto, o que é uma recompensa para toda a equipa Red Bull KTM Tech3, mas ele estava muito abaixo do ritmo. Temos que ter algo para ser positivo, por isso nos animamos, mas após esta prova o sentimento não é dos melhores. Vamos fazer as malas e ir directamente para Aragão, onde esperamos que as coisas melhorem. ” Disse Hérve Poncharal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.