Pilotos Citroën continuam a dominar na Turquia

0

As duplas Sébastien Ogier/Julien Ingrassia e Esapekka Lappi/Janne Ferm garantiram, cada uma delas, duas vitórias em troços, tendo batalhando entre si ao longo de toda a 2ª Etapa.

Terminariam, assim, o dia no 1º e 2º lugares da classificação geral, após nova performance dominante, que os fez aumentar a sua vantagem sobre os seus adversários.

Integrando duas das classificativas mais lentas e mais técnicas do fim de semana, bem como o troço de Kizlan, uma nova especial muito rápida – velocidade média de quase 110 km/h – os 109,8 quilómetros da Etapa de hoje mostraram-se, como era esperado, extremamente desafiantes. As condições mais pareciam de testes, pois a temperatura do piso atingiu os 50 graus Celsius.

Em tais condições de calor extremo e apesar das estradas terem uma base dura e muito arenosa, os pilotos tinham que estar muito confiantes para com as capacidades de poupança dos pneus, apostando em levar consigo três compostos Michelin médios e mais dois pneus duros, já que partiam para a estrada já numa ordem elevada (9ª posição).

Foi exatamente essa a abordagem adotada por Sébastien Ogier e Julien Ingrassia esta manhã e que deu, de imediato, os seus frutos, já que a reivindicaram a sua primeira vitória em troços do fim de semana em Yesilbelde (33 km), tendo a dupla francesa passado mais de 25 minutos a combinar um ritmo elevado com uma cuidada gestão dos pneus do seu C3 WRC.

Com os seus rivais mais diretos a mais de um minuto atrás de si, os sêxtuplos Campeões do Mundo concentraram-se num ritmo que lhes permitiu minimizar os riscos, tanto quanto possível nestas estradas tão demolidoras. A dupla alcançaria nova vitória na segunda passagem por Yesilbelde, ultrapassando os seus companheiros de equipa, assumindo, assim, o 1º lugar da geral, posição que mantiveram até ao final do dia. Irão partir para a Etapa final de amanhã muito determinados em completar o que seria uma excelente performance global da equipa e um bom resultado para o campeonato.

Apostando num conjunto de pneus de composto duro (4, mais um intermédio), Esapekka Lappi e Janne Ferm também impressionaram na ronda matinal. Garantiram dois 2ºs melhores tempos consecutivos, para logo depois fazerem o melhor tempo na SS10, tudo isto sem correr riscos desnecessários no seu C3 WRC.

Conscientes da necessidades do Citroën Total World Rally Team em garantir o 1º e o 2º lugar no final do rali, adotaram o mesmo ritmo na parte da tarde, permitindo-lhes manter-se longe de problemas. Pelo caminho, a dupla finlandesa conseguiria nova vitória na repetição de Kizlan e, embora tenham perdido o 1º lugar para os seus companheiros de equipa, depois de terem deixado o motor ir abaixo na SS12, ainda têm uma vantagem significativa sobre os seus adversários mais diretos.

O Citroën Total World Rally Team irá agora trabalhar nos dois C3 WRC, unidades que se têm mostrado incrivelmente fiáveis, de modo a assegurar o melhor equipamento para as duplas que os conduzem e permitir-lhes cumprir os restantes 38,62 quilómetros de troços da etapa final, de amanhã.

O QUE ELES DISSERAM…

Pierre Budar, Diretor da Citroën Racing

“Foi um dia perfeito hoje! Foi novamente exigente mas as nossas equipas demonstraram grande inteligência na gestão da Etapa. Também mostraram a velocidade do C3 WRC, com um total de 4 vitórias em troços, e a sua força. São recompensas para os elementos da equipa técnica, que têm dado tudo o que têm. É agora crucial manter este ritmo e terminar o trabalho amanhã, garantindo o 1º e 2º lugares e marcar tantos pontos quanto possível na Power Stage.”

Sébastien Ogier, Piloto do Citroën Total WRT

“Foi uma Etapa muito boa, com um ritmo adequado e sem problemas técnicos de qualquer tipo no nosso C3 WRC. Não foi um dia fácil, porém, mas fizemos uma aposta ousada na escolha dos pneus esta manhã, que se mostrou acertada. De tarde tivemos de lidar com condições incrivelmente quentes e abrasivas para os pneus. Tentei ter cuidado e não correr muitos riscos para minimizar eventuais problemas. O nosso objetivo é agora cruzar a linha de chegada nesta posição e, se pudermos, juntar alguns pontos na Power Stage, no que seria um bónus.”

Esappeka Lappi, Piloto do Citroën Total WRT

“Não importa se estamos na frente ou em 2º esta noite, o principal é levar para casa este resultado para a equipa. Estou muito satisfeito com a minha própria performance até agora, apesar do pequeno erro na SS12. Conseguimos alguns bons tempos de novo, adotando uma abordagem cuidada com um C3 WRC que é, garantidamente, muito rápido neste tipo de superfície ”

RALI DA TURQUIA 2019 – CLASSIFICAÇÃO GERAL APÓS 2ª ETAPA

  1. Ogier / Ingrassia (Citroën C3 WRC) 3:20:12.0
  2. Lappi / Ferm (Citroën C3 WRC) +0.2.
  3. Mikkelsen / Jaeger (Hyundai i20 WRC) +1:17.1
  4. Suninen / Lehtinen (Ford Fiesta WRC) +1:26.9
  5. Sordo / Del Barrio (Hyundai i20 WRC) +2:24.7
  6. Latvala / Anttila (Toyota Yaris WRC) +3:14.4
  7. Meeke / Marshall (Toyota Yaris WRC) +3:29.5
  8. Neuville / Gilsoul (Hyundai i20 WRC) +4:38.2
  9. Tidemand / Floene (Ford Fiesta WRC) +6:55.8

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.