expoMECÂNICA cresce para quatro pavilhões na EXPONOR

0

Organização do Salão de Equipamentos, Serviços e Peças Auto acrescenta mais 8.000 metros quadrados de implantação. Metade da planta da 7.ª edição da feira já está reservada por empresas do setor. São 122 os expositores já inscritos.

A edição de 2020 da montra maior do pós-venda automóvel nacional, o expoMECÂNICA – Salão de Equipamentos, Serviços e Peças Auto, já rola e a carga é ainda mais pesada. Tudo porque, com os olhos postos em abril (17 a 19), na EXPONOR – Feira Internacional do Porto, a exposição tem às costas mais um pavilhão.

O novo crescimento reflete, diz a Kikai Eventos, o organizador, o «dinamismo do aftermarket português e a aposta que o tecido empresarial faz na sua feira de negócios de referência», segundo José Manuel Costa, diretor-geral.

A 7.ª edição do certame apresentar-se-á aos profissionais do setor, assim, com um total de quatro pavilhões. Há dois anos eram apenas duas naves no recinto de feiras da Associação Empresarial de Portugal.

Daqui a sete meses, o expoMECÂNICA abrirá portas com um global de 24 mil metros quadrados expositivos – mais 8.000 m2 do que no ano transato -, com as últimas novidades em soluções para os segmentos de Peças e Sistemas, Reparação e Manutenção, Tecnologias de Informação e Gestão, Estações de Serviço e Lavagem, e, por último, Acessórios e Customização.
A campanha comercial arrancou há sensivelmente 90 dias, mas, no papel, o desenho do acontecimento exibe atualmente 50% do espaço reservado. Graças a 122 operadores económicos do pós-venda automóvel que já confirmaram a respetiva participação.

Empresas de Espanha olham para o expoMECÂNICA como feira-padrão em Portugal

«Em termos homólogos, alocámos até esta altura cerca de 75% do espaço do Salão de 2019. E não lançamos ainda o expoMECÂNICA para potenciais novos expositores. Para além disso, é gratificante dizer que contamos já com os mais importantes “players” do setor, o que atesta(rá) a qualidade da edição de 2020», sublinha Sónia Rodrigues, diretora comercial da Kikai.
A estratégia do Salão de Equipamentos, Serviços e Peças Auto passa pela criação de valor gradual para o próprio acontecimento e para o pós-venda automóvel nacional. Mas dos planos consta uma internacionalização sustentada, sobretudo no espaço ibérico.

«Pelo número de empresas e associações espanholas que têm participado no expoMECÂNICA, principalmente nos dois últimos anos, podemos falar de uma evidente a aposta dos agentes setoriais do país vizinho numa grande feira do setor em Portugal», nota José Manuel Costa.

Os esforços organizativos viram-se, por isso, também para a fronteira, transcendendo inclusive a componente comercial, dado que têm sido «muito bons» os indicadores de visitantes espanhóis, que «veem o expoMECÂNICA como a feira-padrão do setor» em Portugal, argumenta Sónia Rodrigues.

Atividades paralelas com parcerias de qualidade

As atividades complementares do evento ainda vêm longe, porém certo é que manter-se-ão na mesma linha, com novidades à mistura, como vem sendo hábito nas últimas edições.

A configuração do evento 2020 mantém as atividades chancela da feira, como sejam o espaço de demonstração Demotec, o ciclo de conferências expoTALKS e a iniciativa de debate Plateau TV. A Kikai, no entanto, adianta o «envolvimento de grandes protagonistas do aftermarket» luso nas iniciativas, por forma a incrementar a qualidade das mesmas, na forma e nos conteúdos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.