Casa Cheia no Rali Terras D’Aboboreira

0

Divulgada a lista de inscritos para o Rali Terras D’Aboboreira, próxima etapa do Campeonato de Portugal de Ralis, é tempo de olhar para o que aconteceu até este momento em termos desportivos, no escalão máximo dos ralis em Portugal.

A luta pelo título de campeão estará ao rubro por terras de Amarante, Baião e Marco de Canaveses, com 3 pilotos a perfilarem-se como candidatos assumidos, quando faltam 3 ralis para o desfecho da época.

O campeonato arrancou em Fevereiro com o Rali Serras de Fafe, terreno “sagrado” para praticantes e espetadores. A vitória foi para o algarvio Ricardo Teodósio, com uma boa margem sobre Miguel Barbosa, e Ricardo Moura. Na quarta posição José Pedro Fontes impôs-se ao regressado Bruno Magalhães, com Armindo Araújo, campeão em título, a ficar arredado dos lugares cimeiros.

O Azores Rallye, primeira prova insular, foi dominada inteiramente pelo local Ricardo Moura, que acabou por findar a sua participação no nacional de ralis nesse mesmo evento. Bruno Magalhães foi segundo tirando partido do seu excelente conhecimento das classificativas de terra da ilha de São Miguel, impondo-se a Ricardo Teodósio numa luta muito intensa entre ambos. Miguel Correia e António Dias numa prova em que vários concorrentes optaram por não nomear para a pontuação da época.

Em Maio, o palco de uma disputadíssima luta pela vitória foi Mortágua. Com domínio até quase ao final da prova, José Pedro Fontes não evitou uma saída de estrada com a meta à vista, com Ricardo Teodósio bem posicionado para receber a liderança e averbar nova vitória, na frente de Armindo Araújo e Miguel Barbosa.

No Vodafone Rali de Portugal, Armindo Araújo foi rei e senhor, superando Bruno Magalhães num rali fabuloso para o Team Hyundai Portugal ao ocupar os dois lugares cimeiros do pódio com o Hyundai i20 R5, batendo Ricardo Teodósio que foi terceiro.

O Rali de Castelo Branco marcou o início da fase de asfalto do campeonato, e viu Armindo Araújo voltar a vencer numa luta muito interessante com Ricardo Teodósio, que foi segundo classificado. Miguel Barbosa e José Pedro Fontes travaram igualmente uma interessante batalha pelo lugar mais baixo do pódio, com vantagem para Barbosa e o Skoda Fabia R5. Bruno Magalhães foi apenas quinto classificado e referia repetidamente que precisava de um pouco mais de performance do seu Hyundai i20 R5 para lutar com os homens da frente de igual para igual.

Nova rumagem insular para o Rali Vinho da Madeira, e para o que viria a ser um resultado decisivo para o cenário atual do Campeonato. Bruno Magalhães recebeu neste rali um Hyundai com um novo propulsor e outras intervenções técnicas que já lhe permitiram andamentos mais em consonância com o seu palmarés, e impôs-se nas contas do nacional, ampliando a luta pelo campeonato a três equipas. Magalhães dominou e geriu com alguma margem, terminando com mais de meio minuto de vantagem face a José Pedro Fontes no o Citroën C3 R5, e quase dois minutos sobre Armindo Araújo no segundo Hyundai i20 R5 da equipa oficial. Teodósio teve problemas, e não somou os pontos que necessitava para defender a margem de liderança que tinha no CPR.

O Rali Terras D’Aboboreira será assim fulcral nas aspirações de vitória de qualquer um dos três concorrentes que lideram a classificação, sendo que a partir de Miguel Barbosa que é o atual quarto classificado do campeonato, já muito dificilmente qualquer um dos restantes pilotos poderá sonhar com o título.

Ricardo Teodósio, o atual líder, estará presente no Rali Terras D’Aboboreira mas não marcará pontos para o campeonato. Teodósio era o único dos 3 pilotos em contenda, que ainda não havia nomeado uma prova em que regulamentarmente não obteria pontos, uma forte condicionante quando restam apenas três ralis para o fim da época, e a distância para os seus adversários diretos encurtou-se na Madeira com um rali que não lhe foi favorável. Armindo Araújo somou duas vitórias, mas terá de arriscar mais e correr para vencer, pois viu Bruno Magalhães aproximar-se, com a confiança em alta face ao renovado Hyundai i 20 R5 que a Sports & You lhe entregou para vencer na Madeira – com 3 provas de asfalto pela frente, Magalhães pode fazer valer a regularidade da época para virar as contas do campeonato a seu favor.

PARA ACEDER Á LISTA DE INSCRITOS SIGA ESTE LINK:
http://bit.ly/Lista_Inscritos_terrasdaboboreira

Classificação atual do Campeonato de Portugal de Ralis:

            Pontos

1º Ricardo Teodósio 119,18
2º Armindo Araújo 104,44
3º Bruno Magalhães 93,12
4º Miguel Barbosa 70,82
5º José Pedro Fontes 59,74
6º Ricardo Moura 46,39
7º Pedro Almeida 42,00
8º António Dias 33,00
9º Miguel Correia 30,00
10º Pedro Meireles 26,42

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.