Álvaro Parente conquista segundo lugar frustrante

0

Álvaro Parente terminou este sábado a primeira corrida da ronda de Watkins Glen, Estados Unidos da América, do Blancpain World GT Challenge America no segundo posto, depois de ter dominado a fase inicial.

A pista situada no Estado de Nova Iorque prometia ser mais um palco de uma batalha pelo ceptro deste ano e o português mostrou rapidamente os seus intentos, ao assinar a pole-position para a primeira corrida do fim-de-semana, colocando-se em vantagem inicial.

Álvaro Parente arrancou bem para a prova de hora e meia, mantendo a liderança face aos seus perseguidores. O equilíbrio de andamentos era elevado, mas o piloto do Bentley Continental GT3 da K-PAX Racing, paulatinamente, criou uma vantagem de mais três segundos, o que lhe dava algum conforto para a troca de pilotos.

Contudo, quando rumou às boxes, estavam disputados quarenta e quatro minutos de prova, o português apanhou um piloto na entrada da via das boxes, perdendo toda a vantagem que tinha construído anteriormente, o que permitiu que os seus rivais passassem para o comando durante a troca de pilotos.

Andy Soucek, o colega de equipa de Álvaro Parente, tudo tentou para se aproximar do líder, mas não lhe foi possível recuperar, terminando no segundo lugar a 2,8s dos vencedores – Daniel Serra / Toni Vilander, em Ferrari.

No final da prova, o piloto do Porto estava evidentemente desapontado com o desfecho de uma corrida que considera poder ter vencido. “Tive um turno muito bom, muito, muito bom. No início adoptei uma postura de gestão, mas, sobretudo, no meio. No final, dei tudo o que tinha. Foi um daqueles turnos em que senti que estava totalmente em controlo, o Bentley estava muito rápido e tudo estava a correr muito bem. Depois fiquei atrás de um carro que estava a dobrar. A caminho do ‘pit-lane’ ele estava muito lento na última curva e perdemos em quatrocentos metros toda a vantagem que construi nos primeiros quarenta minutos. Foi muito frustrante. A paragem nas boxes não correu bem e perdemos a corrida nestes dois momentos-chave. Mal posso acreditar. Seja como for, tenho de agradecer ao Steve (Conover) por meter dado a mim e ao Andy o carro que queríamos. Ainda não consigo acreditar que não vencemos esta corrida”, afirmou Álvaro Parente.

Para a prova deste domingo será Andy Soucek a arrancar, que qualificou o Bentley Continental GT3 número nove no sétimo posto, estando o português determinado em recuperar para alcançar mais um bom resultado. “Temos ainda uma corrida pela frente este fim-de-semana e vamos dar o máximo. A nossa posição na grelha de partida não é fantástica, mas vamos lutar para conseguirmos terminar bem classificados e marcar mais pontos para o campeonato”, sublinhou Álvaro Parente.

A corrida de hoje terá o seu início às 20h15m, Hora de Portugal Continental, e poderá ser seguida em directo através do website oficial do Blancpain GT World Challenge America.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.