Penalização rouba pódio a Félix da Costa na sua estreia na LMP2

0

António Félix da Costa estreou-se este fim-de-semana na categoria LMP2 do WEC (Campeonato do Mundo de Resistência), numa prova que teve lugar no circuito de Silverstone. O piloto luso ao volante de um Oreca 07 da Jota Sport foi um dos mais rápidos em pista na corrida de hoje e viu o pódio fugir-lhe nos momentos finais da prova, devido a uma penalização que o obrigou a cumprir uma passagem pelas boxes, terminando na 5ª posição, no final das quatro horas de prova.

Apesar de se tratar da sua estreia no WEC ao volante de um carro LMP2, a verdade é que AFC não acusou essa desvantagem e efetuou um excelente primeiro turno de condução, lutando desde logo pelos lugares do pódio. Devido a lesão de Anthony Davidson (um dos colegas de equipa de Félix da Costa), coube a Roberto Gonzalez a tarefa de efetuar o segundo turno, com o piloto Mexicano a batalhar bastante para se manter na batalha contra a equipas da frente.

Félix da Costa voltaria ainda ao volante do carro nº 38 para efetuar um turno duplo final, mostrando uma vez mais toda a sua rapidez, mas uma penalização numa altura de safety car, obrigou o Português a uma passagem extra pelo pitlane, retirando a possibilidade de lutar pela 2ª posição: “é um fim-de-semana negro para todos nós, pilotos, equipas, público e todos os fãs deste desporto que todos amámos e nos faz vibrar. Ontem com a morte do Anthoine Hubert, piloto da F2, qualquer resultado desportivo passa a secundário e o sentimento de todos é de profunda tristeza. Na corrida de hoje consegui concentrar-me no meu trabalho e penso que consegui estar muito rápido e mesmo sem o Anthony (Davidson) eu e o Roberto estivemos muito perto de terminar no pódio, apenas o drive through nos roubou essa possibilidade, de qualquer forma como já disse o momento é de luto para todos nós e pouco interessa o resultado final”, referiu o piloto de 28 anos, que se mostrou bastante abalado com a morte do colega de profissão – Anthoine Hubert, depois de um acidente trágico ontem na corrida de Fórmula 2, disputada em Spa Francorchamps.

O vencedor das 4 horas de Siilverstone foi o Toyota de Mike Conway, Kamui Kobayashi e Jose Maria Lopez. Na classe LMP2 Nicolas Lapierre e Antonin Borga levaram o Oreca 07 da Cool Racing até á vitória, seguidos do Alpine A470 da equipa Signatech, com a Racing Team Nederland a fechar o pódio. O Jota nº 38 de Félix da Costa e Rberto Gonzalez (Anthony Davidson esteve ausente devido a lesão) foi 5º classificado, amealhando assim 10 pontos para o campeonato.

A próxima prova do Mundial de Resistência tem lugar dia 6 de Outubro, no Japão, com as 6 horas de Fuji.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.