Zarco estraga corrida de Miguel Oliveira em Silverstone…

0

Hoje foi um mau dia para Miguel Oliveira, no pior fim-de semana do ano em termos de resultados para o piloto português no MotoGP. Oliveira partiu bem e ganhou três posições no decorrer da primeira volta para subir até ao 12º lugar. Passo a passo, ele foi ganhando mais terreno lutando para chegar ao top 10, até que um toque de Zarco o colocou fora de prova, terminando aí as suas hipóteses de conseguir mais um excelente resultado.

“Foi uma corrida decepcionante devido a um acidente com o Johann. Não há mais nada a dizer, estava-me a sentir confiante, a moto estava boa, tinha fortes possibilidades de terminar dentro do top 10 novamente, mas infelizmente foi uma prova que acabou cedo demais. Estou já ansioso pelo próximo grande prémio.” Disse um desolado Miguel Oliveira.

“É uma grande pena terminar desta forma um fim de semana como este. Estou muito triste e também desapontado porque não é isso que deve acontecer entre pilotos experientes, especialmente da mesma marca. Ainda era cedo, nós tínhamos tudo sob controle como planeamos e Miguel estava a fazer a sua corrida, tentando poupar os pneus. O alvo estava no top 10 e eu acho que era realmente possível. A prestão nas corridas é fruto de longas, muito longas horas trabalho, com todos a empenharem-se no duro e vê-la acabar assim, é uma pena. Johann veio pedir desculpas a Miguel e a mim, mas de certa forma é algo que não consigo digerir. É um sentimento amargo. Eu não estou feliz, mas isso faz parte das corridas, infelizmente. Vamos pegar os pontos positivos de todo o final de semana, somos competitivos. Que venha a próxima ronda!” Sintetizou o líder da equipa Red Bull KTM Tech3, Hervé Poncharal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.