Novo Renault Clio chega a Portugal em Setembro

0

É um dos lançamentos mais aguardados do ano e a escassas semanas de chegar à Rede de Concessionários, é hora de revelar os preços: o Novo Renault CLIO estará disponível a partir de 17.790€. Ou seja, os competitivos preços de sempre, para um Clio totalmente novo, que não herda um único componente da geração anterior. Um Clio ainda mais moderno, com muito mais qualidade geral, com extraordinários progressos no interior, mais tecnológico, mais seguro e com uma dinâmica ainda mais aprimorada.

Sabia que, a cada 60 segundos, é vendido um Renault CLIO, o que faz dele o modelo do segmento mais vendido na Europa? E que o Clio é o automóvel preferido dos Portugueses há seis anos consecutivos? E que, apesar do anúncio da quinta geração, mesmo assim o Clio liderou a tabela de vendas, no primeiro semestre, em Portugal?

Um “bestseller” que já conquistou o estatuto de ícone e que promete perpetuar e até reforçar essa condição, agora que a quinta geração está a escassas semanas de chegar ao mercado nacional.

DESIGN: EVOLUÇÃO NA CONTINUIDADE

Ao contrário do que acontece com o habitáculo, no exterior, o Novo CLIO não representa uma rutura com o passado. Aliás, nem fazia sentido que assim fosse. Sete anos depois, o design continua a ser uma das caraterísticas mais valorizadas no Clio IV e um dos fatores que justificam o enorme sucesso comercial, mesmo quando está prestes a deixar de ser comercializado.
Apesar da carroçaria e do chassis serem totalmente novos, o Novo CLIO herda o conceito de design da geração anterior. Mas é um automóvel ainda mais moderno, expressivo, elegante e, ao mesmo tempo, mais desportivo.

Os faróis 100% LED estão disponíveis, de série, em todas as versões – uma oferta única no segmento. A famosa assinatura Renault, em forma de “C”, deixa de ser um exclusivo dos faróis dianteiros e chega igualmente aos traseiros.

Referência, igualmente, para as 11 cores que estão disponíveis para a carroçaria, três delas novas (Laranja Valencia, Castanho Vison e Azul Céladon), bem como para os três packs de personalização exterior (vermelho, laranja e preto).

UMA GENUÍNA REVOLUÇÃO NO INTERIOR

Sim, é impossível disfarçar a surpresa. Uma genuína revolução foi operada no interior do Novo Renault CLIO. Tudo é novo, do design, aos materiais, à ergonomia, até aos equipamentos. A rutura com a geração anterior é total e mais parece que estamos dentro de um modelo de um segmento bem superior.
A qualidade dos materiais e dos acabamentos confirmam-no. O painel de bordo, a consola central e os painéis das portas beneficiam de revestimentos macios sem paralelo noutro modelo da categoria.
Mas para além da extraordinária perceção de qualidade, o interior “respira” tecnologia. Sobressai, desde logo, o imponente ecrã multimédia de 9,3 polegadas, com acabamento brilhante anti-reflexo. Posicionado na consola central, é “só” o maior do segmento e de toda a gama Renault, disponibilizando o sistema multimédia EASY-LINK, mais evoluído e com operacionalidade muito mais intuitiva. Oferece navegação com cartografia atualizada automaticamente, compatibilidade com Android Auto e Car Play e o acesso a diferentes aplicações e serviços conectados.

Por outro lado, graças ao ecrã TFT, o painel de instrumentos passa a ser digital em todas as versões, sendo que, a versão de 10 polegadas, inclui o sistema de navegação. Ou seja, para ver as indicações do GPS, não é obrigatório desviar o olhar para o ecrã central.

A ergonomia é outra caraterística em que o Novo CLIO evolui consideravelmente. Nesse sentido, destaque para pormenores como o novo volante com mais funcionalidades, a nova manete da caixa de velocidades (mais curta e colocada em posição superior), as novas teclas tipo “piano”, os novos comandos da climatização colocados imediatamente abaixo do ecrã central, assim como a democratização dos comandos táteis ou a redistribuição das áreas para arrumação e transporte de objetos. Sublinhe-se que, na consola central, passa a estar disponível uma área para o smartphone, com carregamento por indução.

Mas se pensa que, por ter sido ligeiramente encurtado, o Novo CLIO oferece uma habitabilidade inferior, quando comparado com a geração anterior, engana-se! Não só oferece mais espaço para todos os passageiros, como maior volume de espaços de arrumação (líder na categoria) e até maior volume na bagageira (também referência no segmento). E isto apesar de, na mala (mas perfeitamente integradas), poderem existir as colunas do irrepreensível sistema de som BOSE®.

NOVO CLIO TAMBÉM É SINÓNIMO DE EXTRARODINÁRIO PRAZER DE CONDUÇÃO

Mas é chegada a hora de viver as emoções que só a estrada pode proporcionar… Uma vez ao volante, rapidamente se percebe que o Novo CLIO faz jus às quatro gerações anteriores: elevado prazer de condução, irrepreensível comportamento em estrada e conforto referência.

A “culpa” é da plataforma modular CMF-B desenvolvida pela Aliança e de todo um conjunto de evoluções, como uma direção mais reativa, um eixo dianteiro mais rígido e a uma suspensão que alia a eficiência dinâmica, a um extraordinário prazer de condução e elevado conforto.

A solidez do conjunto, mesmo em pisos degradados, é a todos os títulos notável para um automóvel do segmento B e o mesmo se aplica em relação à insonorização, e para isso contribui a eficiência aerodinâmica – com o melhor valor da categoria! – mas também o recurso a novos materiais de isolamento, a reforços estruturais diversos, a utilização de alumínio para os apoios de motor e a janelas equipadas com um sistema de dupla estanquicidade.

EXPERIÊNCIA DE CONDUÇÃO PERSONALIZADA COM MULTI-SENSE

Ainda em relação à dinâmica, destaque para a tecnologia Renault MULTI-SENSE. Uma estreia no modelo e que mais não é do que a possibilidade de personalizar a experiência de condução, em parâmetros como a cartografia do motor, a direção, a iluminação ambiente e a configuração do ecrã digital. Ou seja, o Novo CLIO tem também a capacidade de se adaptar ao estado de espírito do condutor ou às necessidades do momento, disponibilizando três diferentes modos: Eco, para reduzir o consumo e as emissões de CO2; Sport, para aumentar o prazer de condução, a agilidade e a reatividade e MySense (modo predefinido), para personalizar a experiência.

OS SISTEMAS DE AJUDA À CONDUÇÃO MAIS COMPLETOS DO MERCADO

Mas na estrada o Novo CLIO é também sinónimo de segurança, mas segurança levada ao extremo, sem paralelo na categoria. Aliás, mesmo em segmentos bem superiores é difícil encontrar um modelo equipado com tantas tecnologias de segurança, nomeadamente sistemas de ajuda à condução.

Os mais avançados sistemas de segurança ativa, aliados a todo o know how da Renault no domínio da segurança passiva, permitiram ao Novo Clio obter as 5 estrelas nos cada vez mais exigentes testes de segurança do organismo independente Euro Ncap.

ASSISTENTE TRÂNSITO E AUTOESTRADA

O Assistente Trânsito e Autoestrada é a combinação do regulador de velocidade adaptativo (com Stop & Go) e o assistente de centragem na via. Ativo dos 0 aos 160 km/h, está disponível nas versões equipadas com a caixa automática EDC e o motor TCe 130 EDC FAP. Uma tecnologia que regula a velocidade do automóvel, mantendo a distância de segurança para o veículo que circula à frente e garantindo, igualmente, que o automóvel se mantém centrado na via de circulação. Particularmente útil com trânsito intenso, este assistente de condução permite ao Novo CLIO parar e arrancar, automaticamente, em apenas três segundos, sem qualquer ação por parte do condutor.

Este sistema funciona graças a uma câmara frontal e a um radar, nas estradas em que as marcas no piso (linhas contínuas ou descontínuas) estão corretamente visíveis e com veículos em circulação. Em caso de ausência de linha, é ativado apenas o regulador de velocidade adaptativo. Se não for detetado qualquer veículo à frente, o assistente de centragem na via mantém-se operacional (a partir dos 60 km/h), bem como o regulador de velocidade.

O Assistente Trânsito e Autoestrada é uma prestação de autonomia de nível 2, que representa um ganho significativo no conforto de condução. Todavia, exige que o condutor mantenha as mãos no volante e os olhos na estrada. O sistema envia um alerta se deixar de detetar as mãos no volante durante 13 segundos. Após mais dois alertas, o sistema desativa-se, automaticamente, ao fim de 48 segundos.

REGULADOR DE VELOCIDADE ADAPTATIVO (com Stop & Go)

O regulador de velocidade adaptativo (ACC) está disponível no Novo CLIO nas versões equipadas com a caixa automática EDC e o motor TCe 130 EDC FAP, dotados da função Stop & Go. Disponível dos 0 aos 170 km/h, permite manter, automaticamente, uma distância de segurança mínima para o veículo que circula à frente. Se não for detetado qualquer veículo à frente, o sistema funciona como um regulador convencional, para conservar a velocidade predefinida, incluindo em descida.

Quando o fluxo de trânsito é intenso, se for necessário parar completamente, o sistema pode imobilizar o automóvel com toda a segurança e voltar a arrancar no tempo de 3 segundos quando a marcha é retomada. Se forem ultrapassados os 3 segundos, será necessário um impulso da parte do condutor para o sistema se reiniciar. Ao fim de 30 segundos de inatividade, o sistema desativa-se automaticamente.

TAMBÉM A ESTREIA DA CÂMARA 360º E DO SISTEMA DE TRAVAGEM ATIVA DE EMERGÊNCIA COM DETEÇÃO DE CICLISTAS E PEÕES

Ainda no capítulo da segurança, estreias na gama da Renault são, igualmente, a câmara 360º e o sistema de travagem ativa de emergência com deteção de ciclistas e peões. O que a juntar ao regulador e limitador de velocidade, à comutação automática das luzes de estrada/cruzamento, ao sistema de travagem ativa de emergência, ao alerta de ângulo morto, ao reconhecimento dos painéis de sinalização com alerta de excesso de velocidade, ao alerta de saída involuntária de via e assistente de manutenção de via, ao sistema de ajuda ao estacionamento dianteiro, traseiro e lateral, bem como à tecnologia Easy Park Assist (estacionamento mãos livres) conferem, ao Novo CLIO, o estatuto de líder do segmento também em segurança.

UMA RENOVADA GAMA DE MOTORES A GASOLINA E A DIESEL

O Novo CLIO está disponível com uma gama completa de motores a gasolina e Diesel, disponíveis num intervalo de potências entre os 85 e os 130 cavalos. Dotados de tecnologias de ponta, motores que cumprem as mais recentes normas em vigor, com níveis de consumo e de emissões referência no mercado. A partir de 2020 e, pela primeira vez no Grupo Renault, será proposto um motor híbrido, designado por E-TECH. No total, estarão disponíveis 9 combinações motor/caixa de velocidades.

MOTORES A GASOLINA

TCe 100, a polivalência ao melhor nível

Inédito na gama Renault, o 1.0 TCe (3 cilindros, turbocomprimido) é o mais novo dos motores resultantes das sinergias da Aliança e está equipado com as mais avançadas tecnologias, como sejam o turbocompressor com válvula de descarga de comando elétrico, o coletor de escape parcialmente integrado na cabeça de motor, o duplo comando variável hidráulico da distribuição na admissão ou ainda o revestimento específico em aço dos cilindros (Bore Spray Coating). Com 100 cv e 160 Nm de binário às 2.750 rpm, este bloco da nova geração tem mais 10 cavalos e 20 Nm relativamente ao TCe 90 que substitui, reduzindo o consumo e as emissões de CO2.

O motor TCe 100 é proposto no Novo Clio associado a uma caixa manual de 5 velocidades, permitindo reivindicar o reduzido consumo de 5,2 l/100 km em ciclo misto e atingir os 187 km/h de velocidade máxima.

Mais tarde, estará também acoplado a uma caixa automática X-TRONIC da última geração e adaptada à utilização europeia. A caixa X-TRONIC irá dispor da função D-STEP que reproduz o comportamento de uma caixa multi-relações em percursos polivalentes e aquando das acelerações. O motor TCe 100 será, igualmente, proposto numa versão bi-fuel a GPL.

TCe 130 FAP, o máximo prazer de condução

O motor 1.3 TCe FAP surge no Novo CLIO depois de prestar provas nos modelos Captur, Mégane, Scénic e Kadjar. Proposto na versão de 130 cv e 240 Nm, está associado à caixa automática EDC de 7 velocidades e é perfeito para explorar as qualidades dinâmicas do chassis, como confirmam os números: 200 km/h de velocidade máxima e apenas nove segundos para cumprir dos 0 aos 100 km/h. A caixa EDC de dupla embraiagem contribui para a redução dos consumos (entre os 5,7 e os 5,8 l/100 km em ciclo misto) e das emissões de CO2, e para aumentar, ainda mais, o prazer de condução.
Sublinhe-se que o Novo Clio TCe 130 EDC FAP é dotado de patilhas no volante.

MOTORES DIESEL

Blue dCi 85 e 115, uma oferta Diesel de última geração para mais sobriedade

Com o motor a Diesel 1.5 Blue dCi, o Novo CLIO é perfeito para quem percorre muitos quilómetros ou para as frotas de empresa e é proposto em duas versões: 85 cv / 220 Nm, para uma condução sóbria, e 115 cv / 260 Nm, para uma condução mais dinâmica.
Independentemente da versão de potência, o Novo CLIO Blue dCi está associado a uma caixa manual de 6 velocidades. Um bloco particularmente eficiente em estrada e autoestrada, que reivindica consumos, em ciclo misto, entre os 4,1 e os 4,2 l/100 km e que, na versão de 115 cavalos, é capaz de atingir os 197 km/h de velocidade máxima.

EM SETEMBRO NOS CONCESSIONÁRIOS

O Novo Renault CLIO chega à Rede de Concessionários na segunda quinzena de setembro, estando disponível a partir de 17.790€.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.