JC Group esteve na luta pela vitória na Rampa Porca de Murça

0

José Correia voltou a demonstrar que está cada vez mais rápido na sua época de estreia com o Osella PA2000 Evo 2, colocando a barchetta italiana no 2.º lugar da Rampa Porca de Murça, após ter estado na luta pela vitória. A jovem Gabriela Correia, de apenas 17 anos, voltou a demonstrar o seu talento numa das rampas mais técnicas do Campeonato de Portugal de Montanha JC Group, conseguindo novo pódio dos Turismos 3 com o SEAT León Mk3.

As emblemáticas “Curvas de Murça” são um dos palcos mais tradicionais da Montanha em Portugal e assistiram a mais uma excelente exibição dos pilotos da JC Group Racing Team, liderados por José Correia. O vice-campeão nacional absoluto de 2018 foi o mais rápido em duas das subidas de treinos e no final do primeiro dia de prova estava a apenas 0,451s da liderança. No domingo, a asa traseira do Osella soltou-se na segunda subida oficial, obrigando o piloto de Braga a arriscar tudo na derradeira subida, quando a temperatura elevada do asfalto já não permitiu um ataque final ao primeiro lugar.

“Montámos pneus novos para a última subida e pensei, sinceramente, que tinha feito melhor do que 2m14,9”, referiu José Correia no final. “Penso que teríamos ficado mais perto do Hélder (Silva), que naturalmente tem outra experiência com as barchettas. Ainda assim fomos competitivos, lutámos pela vitória e estou confiante que vamos estar ainda melhor nas duas provas que faltam”, afirmou o piloto bracarense, que acumulou o quinto pódio consecutivo em 2019.

A mais jovem piloto do Campeonato de Portugal de Montanha JC Group, Gabriela Correia, também mostrou a sua rapidez natural num dos traçados mais técnicos e difíceis do panorama nacional. Com um SEAT León da primeira geração, Gabriela Correia conseguiu o 2.º lugar dos Turismos 3, revelando enorme maturidade ao superar um ligeiro toque no domingo.

“Foi a minha segunda presença nesta rampa, que é uma das mais difíceis do campeonato em termos de trajetórias e pilotagem. Senti-me cada vez mais confiante a cada subida e no domingo tentei sempre procurar os limites do carro, para baixar os tempos. Não é fácil fazer melhor do que isto em termos de resultado final, mas foi mais uma aprendizagem importante para mim”, apontou a “Princesa da Montanha”, um autêntico fenómeno de popularidade nas rampas em Portugal.

A JC Group Racing Team vai agora preparar a sétima e penúltima prova da temporada, a regressada Rampa “PêQuêPê” – Arrábida nos dias 7 e 8 de setembro, em Setúbal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.