Pedro Alves e Manuel Gião repartiram as vitórias nos KIA

0

Que grande fim-de-semana no plano desportivo e social celebrou a família Kia Picanto GT Cup no regresso ao Circuito de Vila Real! Na 50ª edição da prova, a competição monomarca promovida pela Kia Portugal e a CRM Motorsport deu origem a duas corridas de cortar a respiração que encheram de entusiasmo os rostos das centenas de pessoas que saíram à rua para demonstrar o seu apoio a este mítico traçado do automobilismo português e internacional!

Após as duas qualificações de Sexta-Feira, os pilotos encararam este enorme desafio com a prudência de quem reconhece as dificuldades de um circuito citadino e de uma pista difícil como a de Vila Real. Mas também com o entusiasmo indissociável a um evento emblemático que festejava a mais importante das efemérides desde a sua existência.

CORRIDA 1

Tendo-se assistido a 11 alterações na classificação face à grelha de partida, num sinal claro da enorme competitividade do Troféu e das diversas ultrapassagens que marcaram os 20 minutos da prova, a Corrida 1 produziu um cocktail de emoções fortíssimo quando o vila-realense Pedro Alves cruzou a linha da meta no 1º lugar da categoria Pro.

Saindo da 2ª posição, o piloto ultrapassou Manuel Gião no arranque e segurou as fortes investidas do adversário apoiado pela Univex (Gião). Este, por sua vez, procurava aguentar a pressão do piloto Tarkett Hugo Marcos.

Ao terminar logo atrás destes no 4º posto, um rapidíssimo Henrique van Uden justificou na perfeição o trabalho de desenvolvimento que tem vindo a realizar com a equipa G-Tech. O vencedor do Kia Racing Opportunity 2018 concluiu a prova à frente do também vencedor e antigo colega de equipa Rui Silva, que por sua vez repetiu o triunfo obtido em 2018 entre os Juniores, mantendo, assim, intactas as suas aspirações de lutar pelo título da categoria.

Imediatamente a seguir na classificação geral e entre os Juniores terminaram Alexandre Areia, uma vez mais a demonstrar todo o seu potencial no Picanto preparado pela Speedy Motorsport, e um rejubilante José Bastos, que festejou em conjunto com a BCM Sports o primeiro pódio de ambos na competição.

Oitavo da geral, o Opportunity Rúben Rocha foi 5º entre os Pro, passando com sucesso o seu primeiro ‘teste’ em Vila Real, à frente do piloto Civilria Orlando Batina (4º Júnior), o piloto M Coutinho/Team Norte Francisco Coutinho (5º Júnior), o jovem apoiado pela McDonalds Imperial João Aguiar-Branco (6º Júnior) e o representante da Corvauto, João Santos (6º Pro).

Atrás deste grupo concluíram a prova Sérgio Azevedo (7º Pro), o piloto FPAK Rodrigo Ferreira, que continua a dar passos seguros na transição do karting, o piloto local Francisco Marrão, com um sorriso de orelha a orelha perante a oportunidade de correr em frente aos seus familiares e amigos, o convidado da Kia Portugal e Diretor da revista Auto Drive, Pedro Silva, que admitiu ter adorado a experiência ao volante do Picanto, o jovem Guilherme Dal Maso e o regressado Nuno Caetano.

A fechar a classificação terminaram o piloto da SGS Car Tiago Madeira, ainda à procura do melhor acerto do carro após o embate sofrido na passagem pelo Circuito do Estoril, e o trio composto pelo entusiasmante Luka Tavares, o piloto Auto Ria Miguel Abrantes e o piloto M Coutinho/Team Norte Luís Maria Lisboa.

Num momento em que seguiam bem colocados na classificação, um inevitável choque em cadeia provocado por uma saída de pista de Luka Tavares no final da travagem para a Curva 1 conduziu ao abandono destes três derradeiros pilotos, comprometendo o seu desempenho na primeira corrida.

CORRIDA 2

Ao início entusiasmante da contenda inaugural seguiu-se um segundo périplo de 20 minutos igualmente arrebatador pelo traçado de Vila Real. Desta feita, Manuel Gião não se deixou surpreender, aproveitando da melhor forma a posição de partida para segurar um importante triunfo à geral que lhe permitiu manter a liderança do campeonato quando ainda se encontra em vigor o período para publicações ‘Media’.

O piloto da Sertã apoiado pela Univex teve no jovem Orlando Batina um importante aliado, cujo momento de forma arrebatador permitiu a este não só amealhar mais uma vitória na categoria Júnior, após o brilhante desempenho em Braga, como ainda criar um fosso entre Pedro Alves e Hugo Marcos.

Estes dois pilotos acabariam por travar uma interessante disputa sobre quem ocuparia a 2ª e 3ª posição do pódio da categoria Pro, terminando esta segunda corrida na ordem já referida. Atrás, e em 2º dos Juniores, recebeu a bandeirada de xadrez o Opportunity Vasco Pereira, à frente de José Bastos, que assim celebrou juntamente com a BCM Sports um duplo pódio nesta estreia em Vila Real.

Desta vez, Alexandre Areia ficou à porta do pódio dos Juniores no 7º lugar da geral, na dianteira de Francisco Marrão, que fechou o fim-de-semana com um brilhante 4º lugar entre os pilotos inscritos na categoria Pro.

Sem quaisquer expectativas por tratar-se da sua estreia neste circuito, Sérgio Azevedo (5º Pro) travou uma luta incrível com a referência local Marrão, demostrando estar cada vez mais à vontade no comando do seu Kia Picanto, ao passo que José Supico (6º Pro) fechou o lote dos 10 primeiros com mais uma exibição segura em 2019.

Outro estreante nas ruas vila-realenses, Francisco Coutinho (5º Júnior) deu ao Team Norte/M Coutinho razões para sorrir e para suspirarem de alívio, produzindo algumas ultrapassagens de cortar a respiração e saindo satisfeito com a sua “evolução num traçado mítico”.

Um sentimento partilhado pelo colega de equipa David Matos Chaves (6º Júnior), que pôde gozar de uma prova quase imaculada ao nível de interrupções e incidentes para acumular quilómetros importantes no seu desenvolvimento enquanto piloto.

No 13º lugar da geral e no 7º da categoria Júnior, Guilherme Dal Maso admitiu ter tido “o melhor fim-de-semana” da sua carreira desportiva no Kia Picanto GT Cup, entusiasmado com os tempos que marcou e as diversas batalhas em que se viu envolvido.

Saindo do pitlane e por isso na última posição, Nuno Caetano (7º Pro) aproveitou alguns desaires e realizou diversas ultrapassagens para recuperar posições até ao 14º posto da geral, à frente do piloto da terra Simplício Taveira (8º Pro), que dividiu com este a derradeira linha da grelha depois de não ter conseguido participar na segunda sessão de treinos cronometrados.

Um toque sem intenção de Miguel Abrantes (10º Pro) após uma travagem ‘no limite’ condicionou o desempenho de Rodrigo Ferreira, com a promessa da FPAK (Ferreira) a terminar à frente do piloto SGS Car Tiago Madeira e o rosto da Corvauto João Santos. Este, por sua vez, não evitou um toque num rail perto da conclusão da corrida, hipotecando, desta forma, um melhor resultado num fim-de-semana em que se encontrou “confiante e rápido”.

Também em grande evolução, João Aguiar-Branco retirou ao seu melhor tempo 4s entre os treinos livres e a qualificação, e mais 3s entre esta e as corridas. Mas acabaria por ter um final inglório quando também embateu num rail durante a travagem para a Curva 1.

Na penúltima posição ficou Luka Tavares, sem forma de recompensar o esforço notável da Speedy Motorsport na recuperação do seu carro após um contratempo ainda antes do arranque, e a fechar a classificação geral, após ter entrado no pitlane logo no final da primeira volta, em protesto com a sinalização de partida, terminou o segundo convidado da Kia Portugal, Manuel Fernandes.

Para João Seabra, Diretor-Geral da Kia Portugal, as duas corridas em Vila Real “voltaram a dar conta da enorme competitividade que existe no Troféu Kia Picanto GT Cup. Os meus parabéns aos pilotos e equipas pelo seu desempenho neste difícil traçado e até Jerez de La Frontera, palco de mais enorme desafio na que será a primeira prova internacional da competição!”

Já Tiago Carvalho, Diretor de Após-Venda da Kia Portugal e responsável da Comissão Técnica do Troféu, em conjunto com o CEO da CRM Motorsport Tiago Raposo Magalhães salientaram “a igualdade técnica de todos os carros”, reforçada nesta visita por intermédio de um “detalhado programa de verificações que foi conduzido de forma oficial pela marca e que deixou em evidência o equilíbrio dos 22 carros presentes na prova”.

Concluída esta 3ª ronda da competição, as emoções do Kia Picanto GT Cup viajam a Jerez de La Frontera no fim-de-semana de 14 e 15 de Setembro.

Resultados Corrida 1 Vila Real, 05-06 Julho 2019

1 – #52 Pedro Alves (PRO)

2 – #5 Manuel Gião (PRO)

3 – #18 Hugo Marcos (PRO)

4 – #27 Henrique van Uden (PRO)

5 – #67 Rui Silva (JÚNIOR)

6 – #11 Alexandre Areia (JÚNIOR)

7 – #30 José Bastos (JÚNIOR)

8 – 77 Rúben Rocha (PRO)

9 – #16 Orlando Batina (JÚNIOR)

10 – #10 Francisco Coutinho (JÚNIOR)

11 – #12 João Aguiar-Branco (JÚNIOR)

12 – #15 João Santos (PRO)

13 – #97 Sérgio Azevedo (PRO)

14 – #37 Rodrigo Ferreira (JÚNIOR)

15 – #13 Francisco Marrão (PRO)

16 – #7 Pedro Silva (GUEST)

17 – #31 Guilherme Dal Maso (JÚNIOR)

18 – #55 Nuno Caetano (PRO)

19 – #73 Tiago Madeira (JÚNIOR)

20 – #2 Luka Tavares (JÚNIOR)

21 – #95 Miguel Abrantes (PRO)

22 – #20 Luís Maria Lisboa (JÚNIOR)

Resultados Corrida 2 Vila Real, 05-06 Julho 2019

1 – #5 Manuel Gião (PRO)

2 – #16 Orlando Batina (JÚNIOR)

3 – #52 Pedro Alves (PRO)

4 – #18 Hugo Marcos (PRO)

5 – #77 Vasco Pereira (JÚNIOR)

6 – #30 José Bastos (JÚNIOR)

7 – #11 Alexandre Areia (JÚNIOR)

8 – #13 Francisco Marrão (PRO)

9 – #97 Sérgio Azevedo (PRO)

10 – #27 José Supico (PRO)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.