Joaquim Machado consegue mais um pódio

0

Depois da vitória em Sever do Vouga, Joaquim Machado voltou a subir ao pódio, da categoria Super 1600. Desta vez foi em Mação, com o Peugeot 208, a terminar na segunda posição.

Nas corridas de qualificação, Joaquim Machado esteve um pouco abaixo do que era esperado. “Não me sinto muito à vontade, nesta pista, pois ela é um pouco traiçoeira. Tem algumas zonas onde a mínima distração, pode ditar o final de uma corrida”, explicou Joaquim Machado.

Na verdade, faltam corretores e rails, em várias zonas do traçado de Mação. Um deslize e as consequências podem ser graves, pois tocar nas barreiras laterais, que são em terra, pode determinar uma desistência.
Terminadas as qualificações, Joaquim Machado ficou na segunda linha da grelha de partida, para a final.

Arrancou bem, para a final, e conseguiu a segunda posição, na primeira viragem do circuito. Depois, tentou pressionar o líder, mas este não cometeu erros. Passou na hora ideal pela Joker lap, mas também não consegui a liderança. Entretanto, era pressionado por outro piloto, que tentava chegar ao segundo lugar.

A corrida, que foi a mais emocionante de toda a jornada, teve Joaquim Machado, com o Peugeot 208 assistido e preparado pela Kaxa & Motor, na segunda posição. Um bom resultado, que continua a deixar tudo em aberto para o resto do Campeonato.

“Na final arrisquei mais um pouco, pois havia menos a perder, visto que já pontuaria. Tendo em conta todo o fim de semana, considero que foi um bom resultado, pois deixa boas perspetivas para as restantes provas, que são todas disputadas em pistas mais rápidas. Além disso, quero deixar um agradecimento à minha equipa, pois o carro estava muito bom”, afirmou, para concluir, Joaquim Machado.

Lembremos que esta foi a última prova da primeira metade do Campeonato de Portugal de Ralicross. A próxima, é em Montalegre, dias 27 e 28 deste mês de junho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.