ARC Sport lutou pela vitória até ao fim

0

Uma prova muito intensa e disputada até final, que deixa Ricardo Teodósio e José Teixeira na liderança do campeonato. Pedro Almeida e Nuno Almeida assinaram excelente prova, enquanto a sorte não esteve ao lado de Miguel Correia e Pedro Alves.

QUERIA MUITO VENCER, MAS BALANÇO É POSITIVO

Ricardo Teodósio tentou até final repetir o triunfo em Castelo Branco. Apesar do 2º lugar, o piloto algarvio continua líder do Campeonato de Portugal de Ralis.

“Fizemos o possível. Queria muito vencer, mas decidi não arriscar nas zonas sujas do traçado, e isso acabou por ser decisivo. Os dois carros da frente andaram sempre muito rápido e fizeram um excelente rali. O balanço acaba por ser positivo, pois temos de pensar no nosso campeonato. As aspirações ao título estão intactas. Agora só quero pensar na Madeira”, disse Ricardo Teodósio.

ESTAMOS NO 1º PELOTÃO

Pedro Almeida assinou uma prova irrepreensível. Esteve em excelente plano aos comandos do Skoda, que se estreou nos pisos de asfalto.

“Viemos a Castelo Branco descobrir afinações, podendo conhecer melhor o carro em pisos de asfalto, e tentar andar o mais rápido possível. Acho que este foi um bom resultado, logo atrás dos cinco primeiros classificados. Agora já não somos os primeiros do 2º pelotão, mas estamos sim, seguramente, dentro do 1º pelotão. Estamos a evoluir constantemente e queremos dar um passo competitivo importante”, referiu Pedro Almeida.

HÁ PROVAS ASSIM…

As coisas não correram nada bem a Miguel Correia. Logo na abertura da prova, problemas na caixa de velocidades do Ford Fiesta levaram o piloto a abandonar. De regresso no 2º dia de prova, um princípio de incêndio na última especial, voltou a ditar o abandono.

“Há provas assim. Este foi um rali desilusão, mas tudo isto faz parte das corridas. Prefiro lembrar outros momentos bem positivos que já tive. Agora é pensar na Madeira, um rali que na época passada foi de muito boas memórias”, afirmou Miguel Correia.

ARC SPORT CONTINUA MUITO CONFIANTE

Para a equipa de Aguiar da Beira, este foi um rali misto de emoções. Um dos seus pilotos continua a liderar o campeonato, e os dois jovens prometem ter um futuro muito sorridente.

“Este foi um fim de semana muito competitivo. A única nota negativa foram os problemas mecânicos que afetaram o Miguel. De resto, positivo foi o andamento demonstrado pelo Ricardo, numa prova que só ficou decidida, mesmo à beira do fim. Quero dar os meus parabéns à organização da prova e também a todos os elementos da nossa equipa, pelo excelente trabalho que fizeram. Este vai ser mais um campeonato emocionante, e agora vamos já preparar já o Rali Vinho Madeira”, concluiu Augusto Ramiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.