Álex Márquez volta a vencer mo Mundial de Moto2

0

Nada como a confiança para devolver Álex Márquez à luta pelo título nas Moto2. Vindo de uma vitória no GP da França, o #73 deixou Tom Lüthi para trás na nona das 21 voltas da corrida e disparou na liderança para vencer o G.P. de Itália, alcançando o seu segundo triunfo na temporada 2019.

Depois de ser destronado por Marcel Schrötter na qualificação, Lüthi não vacilou e asumiu a liderança da corrida logo na largada. Os dois mantiveram-se colados, com Álex Márquez muito perto na terceira posição, seguido por Luca Marini e Jorge Navarro. 

Na sexta volta Márquez passou Schrötter, que na sequência foi também superado por Marini. O piloto da IntactGP ainda deu o troco, mas o #10 conseguiu manter a posição. Na abertura da nona volta, Márquez colou-se a Lüthi na recta da meta e passou para a liderança na curva 2. O #73 imprimiu um ritmo forte e conseguiu afastar-se de Tom Lüthi, abrindo uma margem de 0s7. 

Enquanto Álex se afastava mais e mais, Lüthi foi atacado por Marini, que assumiu o segundo posto com nove voltas para o fim. Apesar de ainda ter algum tempo pela frente, o piloto da VR46 pouco pôde fazer para tentar alcançar Marquez, contentando-se com o segundo posto final a 1s928 do rival da Marc VDS.

Por sua vez Lüthi não conseguiu manter a pressão em Marini e começou a ser atacado por Lorenzo Baldassarri, que vinha numa prova de recuperação depois de largar apenas em 15º. O líder do Mundial, acabou no entanto por perder o contacto nas voltas finais e teve de se conformar com o quarto posto.

Companheiro de Baldassarri na Pons, Augusto Fernández ficou com o quinto posto, só 0s012 à frente de Enea Bastianini, o sexto. Jorge Navarro recebeu a bandeirada em sétimo, com Schrötter, que ainda recupera de fraturas no pé, a cair para o oitavo posto.

Já a 11s466 de Márquez, Sam Lowes recebeu a bandeirada em nono, com Fabio Di Giannantonio fechando o lote dos dez melhores à frente de Mattia Pasini. 

Com o resultado na Toscana, Baldassarri agora tem apenas dois pontos de vantagem para Márquez na liderança da Moto2. Lüthi caiu para terceiro, à frente de Navarro, Schrötter e Marini.

Fonte: grandepremio.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.