Exigência máxima no Ciset 4×4 em Espite

0
  • Espite aventura preparou pista exigente
  • Comitiva espanhola animou a corrida nas classes fun e promoção

A localidade de Espite no concelho de Ourém recebeu no passado domingo dia 19 a segunda prova da edição corrente do CHALLENGE IBÉRICO SUPER EXTREME TRIAL 4X4, numa organização a cargo da APTE e do Espite Aventura.   

O Espite Aventura, com o apoio da Freguesia de Espite e do Município de Ourem, preparam um conjunto de pistas bastante exigente, apostando numa verdade de trial mais puro e que agradou a público e participantes.

No que diz respeito a participantes, de salientar a presença de uma animada comitiva de equipas Espanholas que animou as classes FUN e Promoção e que em conjunto com os Portugueses propiciaram aos presentes um grande espetáculo.  O esforço de internacionalização do CISET4x4  feito pela X-Adventure – o promotor da competição, começa a dar os seus frutos com uma cada vez mais regular participação de equipas Estrangeiras.

CLASSE FUN: LUIS SILVA – TEAM BICHOS DO MATO SUPERA ADVERSÁRIOS ESTRANGEIROS

Sendo a classe mais baixa CISET 4×4 e aquela que serve introdução á modalidade de Trial 4×4, é aqui em que se encontram as pistas de menor grau de dificuldade e criadas a pensar em viaturas com um reduzido grau de preparação.    E ao mesmo tempo, estando este tipo de desporto numa fase inicial em Espanha, acaba por ser aqui que encontramos mais equipas oriundas do pais vizinho, também elas a darem os primeiros passos no Trial a um nível federado, tanto em Espanha como em Portugal.

Luis Silva foi o grande vencedor nesta classe, tendo conseguido resistir aos ataques dos Espanhóis, sobretudo de Manuel Cazalla ( Team Goca ) que foi quem mais se aproximou, acabando a prova em segundo. Idelfonso Domingues da equipa Gib Extrem ainda tentou chegar perto, mas não foi alem de um terceiro lugar.

Um dado curioso na classe é que de entre os três primeiros , nenhum conseguiu superar o setor de resistência,  tendo ficado todos com o tempo máximo de 10 minutos.  Já Emídio Bastos da equipa Revisauto teve um excelente arranque vencendo a perícia, mas acabou por sucumbir ás dificuldades do setor de resistência terminando no quarto lugar final.

CLASSE PROMOÇÃO: SUPER TOYOTA DE EMANUEL LUZ NÃO DÁ HIPOTESE Á CONCORRENCIA ESPANHOLA

Emanuel Luz continua a dominar por completo a classe Promoção,  não se deixando intimidar nem pelos adversários nem pelas dificuldades da pista.   Em Espite, o seu ritmo foi de tal forma superior que a meio da segunda volta já tinha ganho uma volta a todos os outros concorrentes.

Porém a vitória de Emanuel Luz não foi um “passeio”. Na verdade ficou em ultimo lugar no setor de perícia,  o qual teve como vencedor o Espanhol Manuel Fitz do  Team Zapatito 4×4/ Euro4x4parts/Mas4x4/SBM4x4 e Fabian Pereira da equipa Gib Extrem   como segundo classificado.     Já na prova de Resistência, o piloto do Team Repower viu-se a braços com uma avaria no seu carro o que o obrigou a reduzir o andamento como o próprio nos disse: “No final da primeira volta (da resistência) já estávamos a apanhar o segundo classificado, e andámos sempre bastante rápido. Mas aos 20 minutos partimos a caixa e ficámos sem terceira e quarta, mas conseguimos estar sempre a ultrapassar o segundo classificado, mesmo só com segunda e quinta e terminámos com 6 ou 7 voltas de avanço.”

Na verdade, Emanuel Luz terminou com 9 voltas de avanço, vencendo de forma categórica a resistência e o CISET 4×4 ESPITE / OUREM 2019 na classe Promoção.    Atrás de si ficou toda a comitiva Espanhola,  com Fabian Pereira – Gib Extrem a ser o melhor em segundo lugar, e Manuel Fitz , também a braços com problemas (quebra da transmissão)  a não conseguir ir além do terceiro posto.

CLASSE PROTO:  BRUNO BASTOS FOI O MELHOR NO DUELO COM PAULO AMARO

A classe Proto foi uma das que mais participantes apresentou em Espite, e desde inicio que se percebeu que em questão de favoritos, todos podiam ter esse estatuto e que a competição iria ser muito aberta ao longo de toda a prova.

Paulo Amaro da equipa Burpizza/LM4/Fragoso & Filhos foi quem teve o arranque mais eficaz, ao vencer o setor de resistência. Ângelo Tiago da equipa Team Helder Tiago Offroad terminou em segundo e Domingos Dinis da equipa Alçapões Pt terminou em terceiro.  Porém os resultados não espelhavam o que tinha sido a velocidade em pista, pois todos os concorrentes penalizaram nos obstáculos.   

Apesar de todas as equipas terem feito um arranque muito forte para o setor de resistência, pouco a pouco a luta pela vitória foi-se limitando à equipa Exigente TT liderada por Bruno Bastos que  veio desde o último lugar para a frente da corrida à equipa Burpizza/LM4/Fragoso & Filhos.  

No final uma curta margem separava estas duas equipas, com vantagem para a Exigente TT que vencia assim a resistência e também a corrida.

“A prova correu muito bem. O carro portou-se bem, o navegador esteve à altura e foi uma boa prova.” disse-nos o piloto,   que acrescentou sobre a próxima prova, a disputar dia 16 de Junho em Sanfins do Douro que ” Em todas as provas que entramos é para ganhar, mas principalmente para nos divertirmos. O essencial é mesmo divertirmo-nos, “ disse-nos o vencedor no final da corrida.

Paulo Amaro acabou assim num meritório segundo lugar depois do muito esforço que ele e o seu navegador fizeram ao longo de toda a corrida.

CLASSE SUPER PROTO: RUI VIEIRA VENCE EM PROVA MUITO COMPLICADA.

Na classe Super Proto é onde encontramos os carros mais evoluídos e com mais capacidade de superar obstáculos,  mas em Espite mesmos estas espetaculares máquinas tiveram um dia de muito trabalho, sacrificando especialmente os navegadores à semelhança do que aconteceu também nas outras classes.

O duelo pela vitória da Classe Super Proto fez-se também com um duelo entre Diesel e Gasolina, entre as equipas F-Power liderada por Rui Vieira com um carro de motor a gasolina e a equipa Madeirense ASH Team com um protótipo de motorização a gasolina.   

Rui Vieira foi quem começou melhor, vencendo a perícia enquanto Adriano Santo do team ASH Team se ficava apenas por terceiro.   A separar ambos ficou Bruno de Sá da equipa Team BF Automóveis/RG POWER   

Na resistência Bruno de Sá acabaria por se atrasar deixando Adriano Santo e Rui Vieira sozinhos na luta pelo primeiro lugar.  No final do tempo regulamentar  Rui Vieira somava mais uma volta que os seus adversários e vencia a corrida.  Adriando Santo acabaria em segundo e Bruno de Sá em terceiro.  Estes resultados acabariam também por ser os resultados finais.

No que diz respeito ás subcategorias Super Proto Diesel e Super Proto Gasolina a vitória nos diesel ficaria no continente entregue a Rui Vieira, enquanto na Gasolina o troféu viajará para a Madeira nas mãos de Adriano Santo.

O CISET 4X4 2019 é organizado pela APTE – Associação Portuguesa de Trial Extremo, sendo a X-Adventure a entidade encarregue da sua promoção.

Esta competição é disputada ao tanto das normas da FPAK – Federação Portuguesa de Automobilismo em Karting como da FAA – Federação Andaluza de Automobilismo,  

 Como principais parceiros o CHALLENGE IBÉRICO SUPER EXTREME TRIAL 4X4 tem a honra de ter: Euro 4×4 Parts, Tractomoz SA, Helder Tiago – Oficinas, Veicomer, Vulcanizadora Fragoso, BF Automóveis, Father Motorsport , Todoterreno.pt,  Rally-Raid Network, Skin Ovelha, TR4 Digital, Codigo 4×4 e Virtual Clube TT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.