Iberian Historic Endurance de regresso a Pau

0
  • Regresso ao circuito citadino de Pau, para o Grand Prix de Pau Historique;
  • Lotação esgotada com 44 automóveis inscritos e 4 reservas, numa grelha impressionante e apelativa que inclui um Ferrari 308 GT, GT40 e Diva F10;
  • A representar as cores nacionais estarão 10 equipas Portuguesas, sempre muito apoiadas pelos muitos Portugueses que vivem na região.

O Iberian Historic Endurance volta à inspiradora vila francesa para mais uma ode ao desporto e à história automóvel. Naquele que é o segundo evento do ano, a competição voltou a ser alvo de um interesse tão grande que há muito os lugares disponíveis estão esgotados, com modelos excepcionais e pilotos e equipas onde a paixão pelos clássicos reina.

A lista de inscritos é impressionante, com 17 construtores diferentes a marcarem presença com equipas de vários países onde se destacam 2 equipas do Japão. O público poderá assistir a lutas entre carros tão fantásticos como um Matra Bonnet DJET5, Austin Healey 3000, Triumph Spitfire 6, Morgan +8 Moss Box; o raríssimo Diva F10, um Ford GT40 e claro, o Ferrari 308 GT B de Adrian Audibert / Grégory Ramouna.

No BRM Index de Performance os favoritos são os veículos até 1300cc, como o Alpine A110 da família Sanchez Alcalá, o Matra guiado por Efi Fernandez e Alberto Rodriguez e um Alfa Romeo GT Junior do francês Morgan Guyomarch. No entanto, também os 2 Porsche 356, com destaque ao Pre-A de Carlos Beltran / Pablo Tarrero, terão uma palavra a dizer dado o seu ano de construção.

Sobre o primeiro classificado a ver a bandeira de xadrez, teremos também vários favoritos, com Florent Cazalot em Lotus 7 e Miguel Ferreira / Francisco Carvalho em Ford Escort, ambos a quererem repetir o triunfo em Pau em 2017. No entanto, existem outros 2 Lotus 7 guiados pela família Legeleux e Didier Marty que também terá uma palavra a dizer dado o circuito em questão. Por outro lado, um Ford GT40 será sempre favorito, especialmente quando guiado pelos portugueses Rui Macedo Silva, João Macedo Silva e Joaquim Jorge, mas deverá ter dificuldades adicionais face ao sinuoso circuito francês.

A representar Portugal, estarão 10 equipas que tentarão subir ao lugar mais alto do pódio, para gáudio dos muitos Portugueses que assistem à prova exibindo a orgulhosa bandeira nacional. Em 2019, para além das já citadas, irão defender as cores lusas Luis Sousa Ribeiro vencedor em Barcelona do BRM Index Performance em Ford Cortina Lotus; Nuno Nunes e Piero Dal Maso, ambos nos carismáticos Porsche 911 SWB e candidatos ao “Gentlemen Driver Spirit”; Pedro Macedo Silva / Rui Macedo Silva / Joaquim Jorge, no fantástico Shelby Cobra; Miguel Vaz / Fernando Soares, no Histórico e ex-fábrica Datsun 510 / 1600 SSS; Francisco Pinto no bem preparado BMW 2002 Ti; José Carvalhosa que tem surpreendido no Porsche 911 2,5 ST e Carlos Barbot, também já um anterior vencedor no Circuito de Pau, desta vez conduzindo um exótico Merlyn MK4.

Para Diogo Ferrão, da organização do Historic Endurance: “Espera-se um entusiasmante fim-de-semana de competição com automóveis clássicos num local tão simbólico. O circuito de Pau valoriza não só qualquer corrida pelo peso da história associada, como exige concentração aos pilotos pela tecnicidade da pista. Com muitas e boas equipas quer locais quer de toda a Europa, é impossível definir favoritos. A única certeza que tenho é que estão reunidas as condições para uma corrida emocionante entre todas as categorias.”

O programa competitivo do Iberian Historic Endurance em Pau começa com uma sessão de treinos livres no sábado, às 07h05 (Hora de Portugal continental) e a qualificação, marcada para as 12h50, com a primeira corrida a finalizar as provas do dia, às 18h30. No domingo realiza-se a segunda corrida em horário nobre, marcada para as 13h05.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.