Triunfo seguro para Marc Márquez no G.P. de França

0

Marc Márquez conseguiu mais uma marca histórica com a Honda. Este Domingo o #93 teve mais uma das suas sólidas actuações e deu à marca japonesa a sua 300ª vitória na classe rainha do Mundial de MotoGP.

Dono da pole-position, Márquez dividiu as primeiras travagens com Danilo Petrucci, mas depois da segunda curva, consolidou a sua liderança, ainda que sem conseguir afastar-se de forma definitiva. Na quinta volta, Jack Miller tomou a liderança, mas não conseguiu fazer frente ao espanhol. 

Uma vez livre do australiano, Márquez disparou na liderança e tratou de construir uma vantagem irremediável no comando até receber a bandeirada de xadrez com 1s984 de vantagem. Enquanto isso, Miller foi presa fácil para as Ducati oficiais, com Andrea Dovizioso a aparecer primeiro para alcançar a segunda posição.

Petrucci, por sua vez, teve um caminho mais árduo, mas, depois de passar Valentino Rossi, tratou de superar Miller para se colocar no pódio. O #9 pressionou ainda Dovizioso pela segunda posição e conseguiu passar com três voltas para o fim, mas levou o troco imediatamente. 

Miller teve então de se conformar com a quarta posição, à frente de Rossi. Depois de exibir um ritmo mau com pista seca na sexta-feira, o #46 conseguiu um melhor acerto da sua M1 para a corrida, mas mesmo sendo o melhor piloto das Yamaha, não pôde fazer muito mais. 

O destaque para a boa corrida de Pol Espargaró. O piloto da KYM saiu da 12ª posição na grelha de partida e com uma boa largada passou para a sexta posição onde terminou, sendo seguido por Franco Morbidelli.

A correr em casa, Fabio Quartararo não brilhou tanto quanto em Jerez, mas fez uma corrida sólida, batendo Cal Crutchlow já nas voltas finais para assegurar o oitavo posto. Álex Rins também fez mais uma das suas corridas de recuperação, mas acabou apenas em décimo, 13s709 atrás de Márquez. 

Depois de um início de fim de semana mais positivo, Jorge Lorenzo “desapareceu” na corrida e ficou apenas em 11º, mas de 15s atrás do companheiro de Honda. Melhor Aprilia, Aleix Espargaró aparece na sequência, à frente de Johann Zarco, Hafizh Syahrin e Miguel Oliveira. O piloto luso terminou no 14º lugar mas foi depois penalizado por cortar uma chicane caindo uma posição que lhe rendeu ainda assim mais um ponto para o campeonato. Oliveira teve mais um fim-de-semana muito difícil, com a sua KTM a mostrar-se muito difícil de pilotar.  

Com o resultado deste domingo, Márquez chegou aos 95 pontos e abriu oito de vantagem para Dovizioso na liderança do Mundial. Rins caiu para o terceiro posto, à frente de Rossi e Petrucci.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.