Pódio fugiu a Leonel Sampaio a duas voltas do fim

0

Disputou-se no passado fim de semana o Ralicross de Castelo Branco, a segunda prova do Campeonato de Portugal de Ralicross. Uma prova que teve o lousadense Leonel Sampaio, a competir, ao volante do Citroën Saxo, preparado e assistido pela Kaxa & Motor.

Leonel Sampaio esteve bem durante toda a prova, mas na final o azar aconteceu.

Nas qualificações, terminou na terceira posição, o que lhe deu um lugar na primeira linha da grelha para a final.

Tudo a correr dentro do esperado, até porque o piloto do Stand Top Car demonstrou ter andamento para os pilotos que o precediam.

Mas o azar aconteceu na final. “Estava a correr bem, pois encontrava-me no segundo lugar, o carro estava bom e tudo poderia acontecer, quanto a uma boa classificação. Mas o que aconteceu foi um azar, e grande. Numa curva, a roda raspou na parede de cimento e ela não perdoou. Prendeu a roda e partiu a transmissão”, contou-nos Leonel Sampaio, com um certo sentimento de frustração, pois é inglório terminar uma prova assim.

Os muros brancos de Castelo Branco não “perdoam”, pois são feitos de betão e, qualquer toque, faz demasiados estragos. A prová-lo, o guarda-lamas do Saxo, que nem arranhado ficou.

Sampaio ficou parado a duas voltas do fim, terminando classificado na sétima posição. Um lugar no pódio, seguramente, seria dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.